Football Manager vai voltar a revolucionar com futebol feminino

Bruno Coelho
Comentar

O futebol feminino tarda em ter importância de relevo nos videojogos. Mas o Football Managar, o jogo de gestão futebolística mais famoso do mundo, vai mudar isso muito em breve.

Num comunicado oficial, o título da Sports Interactive revela como vão “introduzir o futebol feminino no Football Manager”. E será incluído no jogo que é desenvolvido anualmente, não sendo lançada uma versão exclusiva do FM, apenas para o futebol feminino.

Segundo este documento assinado por Miles Jacobson, diretor da equipa por detrás do Football Manager, o futebol feminino já está a ser trabalhado há algum tempo. Mas a sua inclusão implica bem mais do que colocar novos “personagens”.

football manager

Futebol masculino e feminino estarão disponíveis ara treinar no mesmo "save"

“O que estamos a fazer é adicionar o futebol feminino ao FM... um desporto, um jogo. Os jogadores de FM serão capazes de passar sem problemas de gestão de uma equipa masculina para uma equipa feminina e vice-versa. O futebol feminino fará parte do mundo vivo e pulsante que constitui cada um dos teus “saves” no FM; esse mundo será muito maior e um pouco mais variado”, pode ler-se.

Existe a noção claro de que adicionar o futebol femino ao FM custará milhões, e não trará retorno financeiro imediato. Mas esse não é o ponto principal. O FM quer ajudar a quebrar barreiras, acreditando na equalidade, e tendo o objetivo de tornar o futebol feminino tão popular como o masculino.

football manager

A base de dados vai demorar algum tempo a ser desenvolvida. Cada jogo terá de ser analisado ao milímetro, para que os vários atributos possam fazer sentido no contexto feminino. Para já não existe data para o futebol feminino chegar formalmente ao FM. Mas agora que foi oficializado o seu desenvolvimento, estamos a falar de algo que poderemos imaginar, por exemplo, no FM 2023 ou 2024.

Confere o comunicado completo do futebol feminino no Football Manager

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.