realidade-aumentada-oculos-4gnewsA Google tem a sua presença no mundo da realidade virtual através dos Google Cardboard, que também passarão a existir para tablets além de smartphones.

Vê também: Chromecast a funcionar numa TV dos anos 70

No entanto, de acordo com relatórios, o foco principal da Google está na realidade aumentada e não a virtual. Todos nos lembramos do Google Glass e de como não usufrui de muita popularidade, “morrendo” pouco tempo depois. Mas a Google não é empresa de desistir à primeira.

   

A gigante americana acredita que o público não irá investir em soluções de realidade virtual que obrigam a utilizar headsets enormes como o Oculus ou Gear VR. Consideram que haverá uma maior aceitação e oportunidade de lucro ao apostar na realidade aumentada como o Glass ou o HoloLens da Microsoft.

project-tango-google-lenovoNo início do ano, a Google e a Lenovo anunciaram uma parceria com o Project Tango, no intuito de lançar um dispositivo este verão. O dispositivo apresentado mostrava capacidades de realidade aumentada ao fazer um scan 3D no palco e mostrar mobília, adaptado para o sítio em questão.

Neste caso vou concordar com a Google. A longo prazo, aplicações e dispositivos que possam “alterar” imagens e vídeo reais podem ser mais úteis que gadgets que dependem de um smartphone ou que nos limita de alguma forma.

Talvez queiras ver: