Fnac terá que entregar milhares de smartphones Huawei vendidos com desconto de 500 €

Rui Bacelar
4 comentários

A Fnac colocou, por lapso, os smartphones Huawei P30 à venda por cerca de 129,90 euros para aderentes, ou a 139,90 euros para não aderentes, no que configura um "desconto" superior a 500 euros face ao preço recomendado de venda ao público de 699 euros.

Tudo não terá passado de um bug ou erro na loja online da filial espanhola da Fnac, levando milhares de consumidores a aproveitar esta oportunidade de compra. Agora, a loja sediada em França terá que entregar os quase 13 000 smartphones Huawei aos clientes, cumprindo assim com as expectativas por quem, de boa-fé, fez a sua compra.

Quase 13 000 smartphones Huawei P30 vendidos a preço de saldo!

Huawei P30

Tal como avança o El Mundo, a justiça espanhola obrigou a Fnac a entregar aos clientes os telefones comprados a preço de saldo. O erro tipográfico terá mão humana e, em poucas horas, gerou um total de 12 911 encomendas através da loja online da Fnac.

A cadeia de vendas terá recorrido às instâncias judiciais espanholas com o intuito de justificar como erro tipográfico a pechincha que atraiu quase 13 mil potenciais consumidores. Fê-lo junto da Junta Arbitral Nacional de Consumo, alegando tratar-se de um lapso na digitação do preço e, desde então, ter devolvido o dinheiro aos clientes, informando também que os pedidos foram cancelados.

Mais ainda, a loja indicava que a diferença de preços era desproporcionada, algo que devia levar os consumidores a deduzirem que tal não havia passado de um erro. Aqui invocando o juízo comum do consumidor no pleno das suas faculdades.

O preço "baixou" de 699 € para menos de 140 €

A justiça espanhola não julgou procedente a causa da Fnac. Assim, a loja terá que entregar o dispositivo ao preço publicado. Em caso de falta de stock terão que entregar um modelo com caraterísticas similares ou superiores, sem que isto traga um aumento no preço de venda. Em síntese, a instância judicial veio proteger a parte mais fraca, neste caso, o consumidor.

Para a Fnac será agora uma despesa considerável. Assim que a loja se apercebeu no erro, milhares de pessoas já tinha realizado um pedido através da loja online. Algo compreensível tendo em conta o desconto de 80% no preço do então topo de gama Huawei.

Perante o sucedido a loja cancelou os pedidos realizados e procedeu à devolução do dinheiro. Não obstante, os consumidores sentiram as suas expectativas defraudadas pelo que recorreram ao tribunal arbitral de consumo.

Por fim, a listagem do smartphone Huawei P30 na loja online da Fnac deu-se a 27 de outubro de 2019, altura em que esse era o modelo topo de gama.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.