Fiido M1 Pro review: uma bicicleta elétrica simplesmente divertida e poderosa

Bruno Coelho

A Fiido é uma das fabricantes de bicicletas elétricas mais interessantes do mercado. Esta foca-se em trazer produtos verdadeiramente interessantes (e alguns até futuristas), sem se esquecer de cobrar um valor atrativo.

Recentemente testei a Fiido X, que vejo como a bicicleta elétrica perfeita para cidade. Pelo seu aspeto futurista, pelo peso, segurança e portabilidade, é simplesmente perfeita para tal. Já a Fiido M1 Pro é uma proposta ligeiramente diferente.

Esta bicicleta que testei nos últimos dias, é uma versão Pro de um modelo que foi um verdadeiro sucesso para a marca. Destaca-se imediatamente pelos seus pneus “gordos” (fat tire). Vamos conhecê-la melhor?

Fiido M1 Pro

Unboxing e primeiras impressões

Não nos devemos deixar assustar pelo peso da caixa da Fiido M1 Pro quando nos chega às mãos. Foi das montagens de bicicletas elétricas mais rápidas que já fiz, podendo ser feita em cerca de 15 a 20 minutos sem grandes pressas.

Como vês nas imagens, apenas é necessário apertar o guiador, colocar o selim, a roda frontal e a luz frontal. Adicionalmente, podes também colocar os guarda-lamas incluídos, que decidi não colocar por uma questão de estética. Mas estes chegam na caixa e poderão ser colocados facilmente.

Também na caixa encontramos um refletor traseiro que podes usar. Perante a ausência de uma luz traseira, acabei por usar uma que já tinha, e que podes em várias fotografias do artigo. É algo que terás de considerar neste modelo.

Fiido M1 Pro

Adicionalmente, temos o carregador com ventoinha embutida e que evita sobreaquecimento. Podes também contar com as ferramentas necessárias para montagem, e um manual de utilizador.

As primeiras impressões são bastante positivas, notando-se uma boa qualidade de construção. Imediatamente se nota que é uma bicicleta elétrica robusta, tanto pelo aspeto do quadro, como o aspeto dos pneus. Mas disso falaremos mais à frente.

Principais características da Fiido M1 Pro

  • Motor com potência de 500 W
  • Caixa com 7 velocidades
  • Travões mecânicos
  • Bateria de 48V 12.8Ah
  • Autonomia de até 130 km
  • Tempo de carregamento: 9 horas
  • Velocidade máxima de 40 km/h (chega bloqueada aos 25km/h permitidos por lei)
  • Quadro em liga de alumínio
  • Cor: preta
  • Peso máximo suportado: 120 kg
  • Peso da bicicleta: 25 kg (com bateria)
  • Suspensão frontal e traseira
  • Tamanho dos pneus: 20” * 4 polegadas
  • Incluído na caixa: Fiido M1 Pro, carregador, ferramentas de montagem, guarda-lamas e manual de utilizador

Fiido M1 Pro

Como é guiar a Fiido M1 Pro

Após todas as afinações feitas, e a bateria totalmente carregada, é hora de começar a guiar esta Fiido M1 Pro. E após percorrer os primeiros metros, imediatamente percebi que ia ser uma boa experiência.

Esta pode ser usada como uma bicicleta regular, ou ativando os três níveis de assistência. Do modo 1 ao 3, deves alternar consoante as tuas necessidades mediante o percurso.

No meu caso, diria que apenas nas subidas mais íngremes pediu o nível 3 de PAS (assistência à pedalagem). Claro está, de origem, a Fiido M1 Pro chega-nos às mão, na Europa, limitada a 25 km/h.

Fiido M1 Pro

Isso foi respeitado na primeira fase de testes, onde quis explorar os 25 km/h máximos de assistência, e não usei o acelerador. E verifica-se uma condução bastante suave, com estabilidade.

Isso acontece também por duas boas razões. Temos pneus de 20 centímetros por 4 polegadas, com aspeto “fat tire”. Adicionalmente, temos suspensão frontal e uma (pequena) suspensão traseira.

Desta forma, temos das melhores bicicletas para enfrentar pisos mais esburacados, que tantas vezes vemos em Portugal. E embora seja um modelo ideal para usar em estrada, pela minha experiência não se nega a bom desempenho com alguma areia ou brita, fora do alcatrão.

Fiido M1 Pro

Em algumas bicicletas elétricas menos potentes podes sentir dificuldades em enfrentar subidas mais íngremes. Já com a Fiido M1 Pro, fá-las com grande facilidade com uma suave assistência (ou até sem ela, como poderás ler mais abaixo).

Sobre o selim, tem um aspeto bastante simples e que pode ser enganador. Porque, pela minha experiência, com quase 100 km feitos com este modelo, revelou-se bastante confortável.

Fiido M1 Pro

Podes contar com 7 velocidades com caixa da Shimano. Em algumas subidas poderás querer usar as mais leves, mas não senti necessidade de sair das mais altas ao longo dos meus passeios.

Neste modelo podes contrar com travões mecânicos. Podemos considerar que não são topo de gama, mas pelos meus testes revelaram-se bastante eficientes não tendo sentido quaisquer problemas ao travar.

Fiido M1 Pro

Potência não falta a esta Fiido M1 Pro. Temos um motor de 500 W, que faz com que tenhamos desempenho para dar e vender. E com esta limitada a 25 km/h, rapidamente percebemos que esta pode dar algo mais.

Num ambiente controlado, é difícil resistir a desbloquear e usar o acelerador, bem como testar a sua velocidade máxima. Com esse acelerador, e com a velocidade máxima desbloqueada, tens aqui uma bicicleta que facilmente ultrapassa os 40 km/h em linha reta.

No referido ambiente controlado, notou-se que chega facilmente acima dos 40 km/h anunciados. E mesmo a essa velocidade, pela sua robustez, pneus e suspensão, sente-se bastante segurança na condução.

Fiido M1 Pro

Como sempre, deves ter em conta que o limite legal para velocidade máxima deste tipo de veículos em Portugal é de 25 km/h. Pelo que qualquer desbloqueio e assistência à pedalagem, além dessa velocidade, é da tua inteira responsabilidade.

Sobre os punhos desta Fiido M1 Pro, há a registar a sua boa aderência. Senti-os bastante confortáveis, mesmo por longos períodos de utilização. O já referido acelerador fica mesmo ao lado do punho direito, sendo sensível à pressão (quanto mais pressão, mais velocidade).

Ao lado do punho esquerdo temos dois botões: um é uma campainha bastante audível e fiável, que vai ajudar-te a sinalizar presença com facilidade. O outro é o botão que liga ou desliga a luz dianteira.

Fiido M1 Pro

Sobre essa luz dianteira, fornece uma luminosidade aceitável para veres e seres visto durante a noite. O ponto menos positivo é que não temos luz traseira incluída, mas apenas um refletor. Acabei por deixar esse refletor guardado, e usar uma luz que já possuía

Como é a autonomia da Fiido M1 Pro

Se o objetivo é que a Fiido M1 Pro seja o teu veículo diário, vais poder contar com uma autonomia bastante satisfatória. De realçar que temos aqui uma bateria de 48V 12.8Ah.

A marca promete uma autonomia de até 130 km com assistência à pedalagem. Mas deves ter em conta que esses números são calculados em circunstâncias ideais, e com o modo 1 de assistência à pedalagem.

Fiido M1 Pro

Ainda assim, e com o limite dos 25 km/h, deambulando entre os modos 1 e 3 de assistência, registo uma autonomia para 70 a 80 km. Claro que isso vai depender sempre dos teus percursos, da temperatura, do tipo de piso e peso do utilizador.

Caso queiras usar o modo totalmente elétrico, a autonomia vem necessariamente por aí abaixo. Nesse caso, deverás ter autonomia para 30 a 40 km. O que para um produto deste género é bastante satisfatório.

A marca refere que a bateria pode ser recarregada dos 0 aos 100% em nove horas. Mas como nunca a deixei ir a 0%, consegui sempre carregá-la em menos tempo. O carregador, como já referido, tem uma ventoinha que evita qualquer sobreaquecimento.

Fiido M1 Pro

O sistema de segurança da Fiido M1 Pro

A bateria da Fiido M1 Pro está protegida por um sistema clássico de chaves. Assim que bloqueada por estas, não poderá ser retirada. De referir que temos duas chaves incluídas na caixa.

São também estas que vão servir para ligar a Fiido M1 Pro, e usares a sua parte elétrica. Como tal, caso roubem a bicicleta, só poderão ter acesso às potencialidades elétricas se os larápios tiverem a chave.

É uma abordagem diferente da Fiido X, em que se usava um código para ligar. Embora seja bom não ter de andar sempre com chave, também aprecio esta solução.

Fiido M1 Pro

É discutível a zona onde temos de colocar a chave, já que fica na zona inferior do quadro. Mas tendo em conta que temos aqui menos fios que noutros modelos que testei, o acesso fica facilitado.

Como é a construção, design e peso da Fiido M1 Pro

A Fiido M1 Pro conta com um quadro em liga de alumínio, que me parece bastante robusto e bem construído. _Na zona de dobragem central e no guiador temos patilhas de segurança, para evitar acidentes ou dobragens indesejadas.

Não notei ruídos parasitas ou peças soltas neste modelo. Destaque para os para-lamas plásticos, que decidi não usar por achar que assim a bicicleta ficava mais apelativa.

Fiido M1 Pro

Os pneus de 20 por 4 polegadas são ótimos para usar em estrada, mas também fora dela. Outros componentes já referidos reforçam esta boa qualidade de construção, e temos menos fios que noutros concorrentes ao longo do quadro, que revela o bom trabalho da Fiido neste campo.

Como é o ecrã da Fiido M1 Pro

O ecrã da Fiido M1 Pro é semelhante ao que já encontrei na Fiido X. Infelizmente noto que tem um brilho inferior, logo torna-se menos visível em condições de grande luminosidade.

Neste temos informação sobre a bateria, a velocidade atual e os quilómetros percorridos na última viagem. Infelizmente, neste ecrã, não temos um odómetro com o total de quilómetros percorridos desde que usamos a bicicleta.

Fiido M1 Pro

Este ecrã é apoiado por dois botões. Num deles, podes ligar e desligar a própria bicicleta. No outro, podes alternar entre os modos de assistência e escolher entre quilómetros e milhas.

É um ecrã simples, e tal como na Fiido X não senti que o tamanho atrapalhasse. A diferença é que aqui temos menos brilho. Para a minha utilização achei suficiente, mas outros utilizadores poderão querer algo mais.

Conclusão sobre a Fiido M1 Pro

A Fiido M1 Pro é uma bicicleta que não deixa ninguém indiferente. O seu design, robustez e pneus grossos fazem com que imponha respeito na estrada. E isso joga a teu favor.

Fiido M1 Pro

As suas características, desde os pneus à suspensão traseira e frontal, fazem com que tenhas acesso a condução suave, mesmo em estradas menos amigas. E a condução fora de estrada também é bem possível com este modelo.

Por motivos legais, chega limitada aos 25 km/h de assistência à pedalagem. Mas caso assim entendas, podes desbloqueá-la e desfrutar do acelerador e velocidade máxima até 40 km/h.

Pelo meu uso, usando a assistência à pedalagem, a autonomia deambula entre os 70 a 80 km, que considero bastante positivo. Por isso, podes ter aqui uma bicicleta para as deslocações diárias, e para usar vários dias sem voltar à carga.

Fiido M1 Pro

Os seus 25 kg poderão assustar alguns, mas é bem mais leve do outras concorrentes neste segmento. E o facto de se poder dobrar, faz com que a consigas colocar na bagageira do carro.

Como nem todos os produtos podem ser perfeitos, há que apontar o facto de apenas trazer um refletor traseiro na caixa (e não uma luz). Pelo que isso terá de ser um investimento a fazer pelo utilizador. Isso e o brilho reduzido no ecrã serão os únicos pontos menos positivos a apontar-lhe.

Dentro destes valores, será difícil encontrares uma bicicleta tão poderosa e equilibrada com pneus gordos como esta Fiido M1 Pro.

Fiido M1 Pro

Disponibilidade da Fiido M1 Pro

No site oficial, a Fiido M1 Pro tem um preço base de 1241 €. No entanto, podes comprá-la por apenas 1145 € se usares o código de desconto NY10 durante o checkout (preços podem variar no futuro perante os câmbios de euro/dólar).

É bom realçar que os envios para Portugal são gratuitos, e podem demorar entre 5 a 9 dias úteis. Não tens de preocupar com problemas de alfândega, já que os envios são feitos a partir de armazém europeu.

É sempre bom referir que podes candidatar-te ao incentivo do Fundo Ambiental, e recuperar algum do valor da tua compra. Podes saber mais sobre este tema, no site oficial do Fundo Ambiental.

A 4gnews atribui à Fiido M1 Pro uma pontuação de 4,5 estrelas em 5 possíveis.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt