Facebook, WhatsApp e Instagram foram ultrapassados! Esta é a app mais descarregada

Rui Bacelar
Comentar

Segundo a agência global de análise de mercado, Nikkei, o TikTok é atualmente a aplicação (app) mais descarregada para dispositivos móveis como tablets e smartphones Android e iOS. Vem destronar os antigos líderes, Facebook, Instagram e WhatsApp.

As novas métricas mostram a preferência dos utilizadores pela app da rede social TikTok sobre as demais alternativas. Até 2021 era o Facebook quem detinha este título, sem grande surpresa uma vez que, de alguma forma, continuava a crescer.

TikTok destronou o Facebook, WhatsApp e Instagram em 2021

TikTok

Sem concorrência. Segundo a Nikkei, não há concorrência que desafie a popularidade viral da rede social TikTok. Como tal, esta tornou-se na app mais descarregada e instalada, focando-se na comunicação, entretenimento e troca de mensagens.

Ao passo que o grupo Facebook, do qual faz parte o WhatsApp e Instagram, continuaram a crescer ao longo dos últimos anos, acumulando milhões de utilizadores e tornando-se numa das Big Tech, o TikTok cresceu de forma algo mais discreta.

Não obstante, o TikTok é atualmente indispensável para os mais jovens, desde crianças, pré-adolescente, adolescente e jovens adultos. Em particular, junto da geração Z, o TikTok é já "o novo YouTube" sendo a rede social de entretenimento por exelência.

O TikTok nasceu na China e já conquistou o mundo

TikTok

Acima podemos ver o ranking elaborado pela Nikkei com o comparativo entre 2019 e 2020, bem como a descrição de cada app, respetivo país de origem, classificação e os resultados por região. Vemos, por exemplo, os dados Globais e asiáticos (sem a China).

Face ao exposto, constatamos que mundialmente o TikTok veio a ultrapassar o Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp. Por outro lado, na região asiática - sem ter em consideração a China - o Facebook permanece em primeiro lugar, seguido da TikTok.

Numa outra nota, a Nikkei afirma que, apesar de ser inegável o papel do YouTube na forma como temos vindo a assistir a vídeos nos últimos anos, atualmente a maioria dos conteúdos já tem mais de dez minutos. Ora, ainda que tal duração seja exponencialmente menor que os formatos tradicionais - TV, cinema, filmes ou séries - continuam a ser de longa duração face aos vídeos do TikTok.

O YouTube vive de vídeos com mais de 8 minutos. O TikTok no máximo 3 minutos

TikTok

Note-se que a razão pela qual os vídeos do YouTube tendem a ter pelo menos 8 minutos de duração prende-se com a rentabilização dos conteúdos. Abaixo desta fasquia e a monetização diminui consideravelmente com menos oportunidades para inserir publicidade.

Por sua vez, o TikTok permite, no máximo, vídeos com uma duração de 3 minutos. Aliás, este limite é ainda recente, tendo sido introduzido em julho último. Ora, é precisamente este o apelo do TikTok. Entretenimento e diversão instantânea.

Isto é palpável no TikTok onde a maioria dos conteúdos tem entre 9 a 15 segundos. Para os utilizadores, sobretudo os mais jovens, a promessa do conteúdo tem que ser entregue de imediato, não após uma introdução, publicidade e mensagem do patrocinador.

O TikTok é a nova rede social a ter em conta

Ainda que o TikTok tenha nascido das cinzas do Vine, com vídeos curtos e focados na comédia, a rede social continua a crescer. É aqui que já encontramos tutoriais de culinária, guias de artes manuais, bricolage e tudo um pouco, sempre de forma rápida e leve.

O TikTok tem cultivado a imagem de uma plataforma em que a gratificação não só é garantida como virtualmente imediata. É por isso que o Instagram já "imitou" o seu formato com os Reels - ainda que recentemente o TikTok tenha feito o mesmo e introduzido as Stories na sua plataforma.

Aliás, também o YouTube está ciente deste novo modo preferencial de consumir conteúdo tendo, para tal, lançado os seus Shorts para tentar reter este público jovem. Não obstante, o YouTube torna-se numa plataforma burocrática, pejada de publicidade, com vídeos encomendados e onde a transparência para com os espetadores é já uma memória difusa.

O TikTok foca-se somente no conteúdo

Tal facto não passa despercebido aos mais jovens que procuram alternativas novas e sem engodos. Mais uma vez, é no TikTok que têm encontrado resposta para as suas exigências e hábitos de consumo, num formato que também já conquista os mais velhos.

Em síntese, como aponta a Nikkei, o TikTok é a rede social do futuro, garantindo presentemente o pódio entre as apps mais descarregadas.

Curiosamente, o TikTok nunca sobrepôs a sua voz à dos respetivos utilizadores. Sem ter anunciado funções de segurança dignas de nota, guias de comunidade ou agendas políticas, algo que associamos rapidamente ao YouTube, Instagram e grupo Facebook.

O relatório da Nikkei pode ser consultado gratuitamente na íntegra.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.