htc
Depois de todos os nossos exclusivos da HTC terem-se tornado realidade, temos mais.

Como sabem a HTC anda louca a lutar pelo mercado como nunca se viu. Desde o HTC One que conseguiu uma quota de mercado bem interessante, saindo assim das ruas da amargura, conseguiu desta forma com o One M8 ganhar o respeito devido, tanto pelos consumidores como pelos concorrentes.

   

Na IFA em Berlim não vimos nada de especial a ser anunciado e na CES 2015 também não houve muito por onde falar. Por isso certamente estará por vir um tsunami de artigos da HTC.

Segundo a nossa fonte a HTC mandará para fora um smartphone com o nome de HTC Hima Ace Plus com especificações que metem medo. Começando pelo seu processador, veremos um Qualcomm Snapdragon 810 a correr 2.3ghz, 3 GB de RAM e 32GB de memória interna, a bateria de 3000mAh terá de aguentar um ecrã 5.5″polegadas (2560×1440) QHD, sem bezels laterais (esquerdo e direito) isso mesmo sem bezels, ou bordas como quiseres chamar. A parte de cima e de baixo do ecrã ostentará colunas com BoomSound e câmara frontal de 4Mpx UltraPixel com Flash, olhando para a câmara traseira, vemos uma câmara com 20 Mpx e relativamente ao UI o Sense 7.

A nossa fonte referiu ainda, mas isto sem certezas, que este HTC Hima Ace Plus poderá contar com um leitor de impressões digitais que é ativado mesmo com o ecrã desligado e o terminal em Standby.

Foi-nos indicado ainda que devemos esperar este terminal para Agosto ou Setembro, por o que nos foi apurado este HTC Hima Ace Plus não será apresentado na MWC em Barcelona.

Fica atento e guarda a 4GNews nos teus favoritos porque o tsunami da HTC está para vir!

Talvez queiras ver:

Queremos saber a tua opinião sobre este assunto por isso fica livre de comentar abaixo. Clica aqui para saberes como ajudar a 4GNews!

Nós e os nossos meios de comunicação!

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.