Estrela do YouTube é sentenciado a 10 anos de prisão por pornografia infantil

Vitor Urbano

Depois de ter sido detido em 2017 depois de ser acusado de receber pornografia infantil, Austin Jones foi agora condenado a 10 anos de prisão. Ainda que tenha sido preso apenas em 2017, os relatos de várias adolescentes começaram a circular desde 2015. De acordo com os dados revelados pelo tribunal, Jones confessou ter encorajado seis menores a enviarem vídeos sexualmente explícitos para provarem que eram as suas 'maiores fãs'.

Mais ainda, na sua confissão, Jones revelou ainda ter utilizado a sua influência no Facebook para tentar estas ações em pelo menos outras 30 situações. O Departamento de Justiça norte-americano revelou ainda que em diversas situações, tentou enganar as adolescentes, afirmando que tudo fazia parte de uma oportunidade de se tornarem modelos.

Austin Jones YouTube Prisão 10 anos

Exploração de fãs não é novidade, mas a internet torna tudo mais fácil

Não há dúvida de que as estrelas do mundo do espetáculo muitas vezes acabam por tirar proveito da dedicação dos seus fãs. No entanto, nesta nova Era da internet e tecnologia, tudo é muito mais fácil. Hoje em dia, praticamente qualquer jovem adolescente tem um smartphone com ligação à internet, tornando a sua exposição a estes criminosos muito maior.

Além disso, plataformas como o YouTube, têm o poder para conceder níveis de popularidade impensável em curtos espaços de tempo. Todas as ferramentas à disposição destas pessoas com 'mentes deturpadas', acabam por servir de ignição para as suas atividades criminosas.

YouTube pornografia infantil

Um exemplo que não poderá ser ignorado por todos os YouTubers

O mediático caso de Austin Jones vai certamente servir de exemplo (e aviso), para todas as outras personalidades do YouTube. Não tenho dúvidas de que muitos outras 'estrelas' do YouTube tem este tipo de atitude para com os seus fãs, tentando aproveitar-se da sua influência sobre uma grande audiência.

O facto de Jones ter sido finalmente condenado a uma pena de prisão de 10 anos, poderá fazer justiça não só a estas seis adolescentes, mas também a todas as possíveis vítimas deste tipo de abuso. Esperemos então que a prisão de Austin Jones ajude a 'limpar' um pouco mais o tipo de pessoas que tenta tirar proveito do que o YouTube oferece.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.