É já na próxima semana que chega o iOS 15.4 com uma novidade muito útil para os utilizadores

Mónica Marques
Comentar

Depois da apresentação Peek Performance, na qual revelou uma mão-cheia de produtos, eis que a Apple vai lançar já na próxima semana o iOS 15.4.

E a atualização vai chegar com uma novidade muito útil para os utilizadores do universo Apple: o Face ID vai reconhecer o rosto mesmo que este esteja meio "escondido" por uma máscara cirúrgica ou social.

iOS 15.4 traz consigo reconhecimento de rostos parcialmente tapados por uma máscara

Parece que a Apple reservou o mês de março para presentear os seus utilizadores com muitas e apetecíveis novidades. Depois do lançamento do novo iPhone SE, do super Mac Studio e da nova geração do tablet iPad Air, eis que na próxima semana chega o iOS 15.4.

E a atualização chega com uma novidade que poderá revelar-se muito útil para todos os utilizadores. Ao que tudo indica, a partir deste lançamento o Face ID vai reconhecer rostos parcialmente tapados pelo uso de uma máscara cirúrgica ou social.

A crise de saúde Covid-19 levou à constante utilização de uma máscara para proteção contra o vírus e tal, por sua vez, acabou por conseguir inutilizar a funcionalidade da Apple para reconhecimento de rostos para desbloqueio do terminal.

Como forma de se adaptar aos novos tempos, a Apple já tinha feito correções no código do iOS 14 que passou a detetar a presença de uma máscara e a solicitar o desbloqueio automático. Mas com o iOs 15.4, a empresa de Cupertino vai ainda mais longe.

Com esta atualização, o Face ID consegue reconhecer o utilizador, mesmo que este tenha o rosto parcialmente coberto. Tudo porque o sistema passa a fazer um reconhecimento parcial do rosto, especialmente sobre os olhos do utilizador, que depois é comparado com as informações armazenadas para desbloqueio do terminal.

Tudo aponta para que a atualização esteja disponível a partir de 14 março e que esteja disponível de imediato para os modelos iPhone 12 e iPhone 13.

iOS 15.4 traz também novidades para os AirTag

Mas não será apenas o Face ID que irá beneficiar com esta atualização. Os acessórios AirTag vão também ser alvo de melhorias. Por exemplo, a partir de agora a primeira vez que o utilizador configurar o AirTag recebe um aviso de que fazer rastreamento com um equipamento é ilegal.

Como é do conhecimento público, a Apple colaborou com várias autoridades de segurança para garantir que não era feito rastreamento ilegal com os seus produtos. E é por essa razão que os utilizadores iOS devem levar a sério este aviso.

Editores 4gnews recomendam:

  • Top 10: os smartphones mais vendidos do mundo em 2021
  • Novo iPhone SE pode vender 30 milhões de unidades no seu primeiro ano de vida
  • Apple lança novos periféricos para o teu Mac: estes são os preços
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.