Dropbox irá sincronizar os ficheiros no nosso PC sem ocupar espaço em disco

Carlos Oliveira

Project-Infinite-Dropbox

Nos dias que correm, todos aqueles que percebem minimamente de tecnologia utilizarão, certamente, algum serviço de cloud. Em último caso, seja qual for o sistema operativo móvel que utilizes, ele terá um serviço de armazenamento online associado à tua conta, seja ele o Google Drive, OneDrive ou iCloud.

Vê também: Centenas de contas do Spotify podem ter sido comprometidas

Tirando os serviços das grandes empresas móveis, existem ainda outras empresas que se dedicam a este tipo de serviço, panorama onde se insere o Dropbox, um dos mais populares serviços cloud. Ao longo dos anos eles têm vindo a esforçar-se para se destacar da feroz concorrência ao melhorar vários aspetos do seu serviço.

A mais recente novidade dá pelo nome de Project Infinite, cujo objetivo é sincronizar todos os teus ficheiros no teu PC, porém sem ocupar espaço físico no teu disco. O serviço de sincronização com PC´s atualmente oferecido pelo Dropbox requer uma presença real do ficheiro no teu disco, o que obviamente te custará o devido espaço.

Project-Infinite-Dropbox1

Com o Project Infinite continuarás a ver todos os teus ficheiros na tua pasta Dropbox, mas só aqueles que pretenderes estarão guardados no teu disco. Funcionará como uma espécie de espelho. Para os abrires bastará clicares no ficheiro pretendido e o seu download a abertura serão automáticos. Para diferenciares a localização dos ficheiros, aqueles que tiveres no teu disco manterão o visto verde, como atualmente, e os que estão guardados apenas na cloud possuirão um ícone cinza com uma nuvem, como podes ver na imagem anterior.

A chegada desta nova funcionalidade estará para breve e funcionará tanto em Windows como em OS X, porém nada foi referido em relação ao Linux. É caso para dizer, preocupações com o espaço livre no nosso disco é coisa do passado.

Talvez queiras ver:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.