CUIDADO: se tens uma destas 42 Apps apaga-as já! Estão carregadas de malware

Vitor Urbano
Comentar

Infelizmente, este tipo de notícia tem-se tornado cada vez mais comum, com dezenas de aplicações para Android a serem reportadas como portadoras de malware todos os meses. Uma recente investigação levada a cabo pela ESET, expôs 42 aplicações que estão carregadas de malware.

De acordo com os dados revelados pela empresa, a maioria das aplicações já foi removida da Google Play Store. No entanto, continuam disponíveis em lojas de Apps alternativas e também em dezenas de sites que partilha APKs. Em conjunto, estas aplicações contam com mais de 8 milhões de downloads, um número assustador.

Confirma que nenhuma destas Apps está no teu smartphone!

Mesmo que tenha sido removidas da Google Play Store, se tivesses instalado uma destas aplicações, elas irão continuar disponíveis no teu smartphone.

Entre as 42 aplicações reportadas, estas são as 15 que apresentaram um maior número de downloads. Podes ver a lista completa e detalhada na publicação oficial da ESET.

Google Play Store Malware

Mais de 5 milhões de downloads

  • Video Downloader Master

Mais de 500 mil downloads

  • Ringtone Maker Pro
  • SaveInsta
  • Tank Classic - Super Battle Tank

Mais de 100 mil downloads

  • Video Download Master
  • File Downloader for Insta
  • Impossible Tank Battle
  • Basketball Shooter Challenge
  • Head Soccer World Champion
  • Smart Gallery
  • Free Video Downloader for FB
  • Free Social Video Downloader
  • HikeTop+
  • Heroes Jump
  • Mp4 Video Downloader

Porque são estas aplicação perigosas?

Na sua essência, todas elas estavam "infetadas" com um adware que apresentava anuncios publicitários de forma persistente e aleatória. Além disso, conseguem ainda recolher informações privadas sobre os utilizadores, causa drenagem na bateria dos smartphones e é extremamente difícil de identificar.

Neste caso específico, os anúncios apresentados ocupavam a totalidade do ecrã e surgiam em alturas completamente aleatórias. Mais ainda, o adware em questão recolhia também diversas informações específicas sobre cada smartphone:

  • marca do dispositivo
  • versão do Android
  • número de aplicações instaladas
  • memória interna disponível
  • estado da bateria
  • informação se o modo desenvolvedor está ativo
  • confirmar se tem instalado o Facebook e Facebook Messenger

O que podes fazer para evitar instalar este tipo de aplicações

Cada vez mais, este tipo de aplicações implementam ferramentas mais sofisticadas para conseguir enganar os sistemas de segurança da Google Play Store. Por isso, a melhor forma de te manteres seguro é teres o máximo de atenção quando instalas novas Apps no teu smartphone.

Muitas vezes, a forma mais prática de analisares uma aplicação antes de instalar é dares uma rápida vista de olhos nas suas classificações. Caso vejas de imediato que tem muito mais classificações negativas do que positivas, é melhor manteres distância dessa App.

De acordo com dados estatísticos revelados pela ESET, em 2017 a Google eliminou mais de 700 mil aplicações maliciosas, tendo banido mais de 100 mil developers. No entanto, esses números já cresceram consideravelmente desde então.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.