CUIDADO: há mais um malware Android à solta

Carlos Oliveira
Comentar

A ESET publicou no seu blog oficial a descoberta de mais um malware que está a afetar os utilizadores Android. Este consiste na encriptação dos teus dados e num consequente pedido de resgate para que voltes a ter acesso à tua informação pessoal.

Segundo a ESET, este malware encontra-se ativo, pelo menos, desde 12 de julho. Não sendo possível saber o real impacto que este software malicioso já possui, a fonte destes dados acredita que o número de lesados possa ser limitado.

Este ransomware está a ser distribuído em fóruns bem conhecidos

Apelidado de Android/Filecoder.C, a sua propagação está a ser feita em fóruns como o Reddit ou XDA Developers. O isco é lançado no formato de um QR Code, que pode ser encontrado em posts ou comentários presentes nos fóruns referidos.

Esse QR Code levará ao download de uma aplicação, que deve ser instalada manualmente no teu smartphone. Uma vez instalada, ela terá acesso à tua lista de contactos e a partir dela enviará mensagens para os teus amigos com um link que aponta para esse software malicioso.

Depois de enviada essa mensagem, o Android/Filecoder.C consegue encriptar todos os teus ficheiros, com exceção dos ficheiros de sistema. Feito esse processo, és confrontado com uma mensagem que indica que os teus dados foram sequestrados e que só os poderás reaver mediante o pagamento de 0.01 bitcoins.

O malware pode enviar mensagens em 42 idiomas

Por forma a maximizar o seu alcance, este software malicioso possui uma mensagem gravada em 42 idiomas diferentes. Em seguida, ele baseia-se na linguagem pré-definida do teu smartphone para eleger a que deverá enviar às suas vítimas. Assim ele garante que conseguirá ser compreendido por todos os potenciais alvos.

Como evitar esquemas deste género

Um dos passos fundamentais para precaver este esquema é manteres o teu smartphone sempre atualizado. Mensalmente a Google disponibiliza atualizações de segurança para o Android para que o teu equipamento não fique vulnerável a terceiros.

Outro ponto que deves ter imensa cautela é às aplicações que descarregas. O lugar mais seguro para o fazer é na Play Store. Assim sendo, mantém-te o mais possível afastado de apps que não sejam provenientes desta loja de aplicações.

No entanto, a loja a Google não é infalível e importa igualmente perceber que tipo de aplicação estás a descarregar. Se os comentários e avaliações à mesma deixarem-te desconfiado, o melhor mesmo é esqueceres essa app.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.