Coronavírus vai prejudicar criadores de conteúdo no YouTube. Entende porquê

António Guimarães
Comentar

O Coronavírus irá afetar até mesmo os criadores de vídeos no YouTube. A plataforma afirmou no Twitter que visando reduzir o risco de saúde dos seus funcionários, estão a reduzir os recursos humanos na análise de vídeos no site.

Isto significa que estarão menos pessoas a verificar se os conteúdos publicados cumprem as normas do YouTube. Desta forma, a maioria dos vídeos será analisada pelo sistema automático do YouTube, que tem péssima reputação.

O próprio YouTube admitiu na comunicação que isto pode resultar numa remoção mais agressiva de conteúdos. É óbvio que o algoritmo do YouTube não consegue fazer análises tão profundas como um funcionário humano.

É óbvio que é uma decisão compreensível por parte do YouTube pois muitas empresas estão a reduzir o tempo dos funcionários em escritório. No entanto, a decisão terá um impacto negativo na vida dos criadores, que dependem das receitas dos vídeos.

Criadores de conteúdo responderam com insatisfação

Um criador respondeu diretamente ao YouTube no Twitter, indicando que a empresa está a admitir que o seu sistema automático é defeituoso e muitas vezes marca vídeos como inapropriados, mesmo quando não o são.

A verdade é que o conteúdo no YouTube pode ser muito subjetivo e não é através de um algoritmo que o YouTube consegue apurar com eficácia o que é conteúdo apropriado ou não.

Editores 4gnews recomendam:

  • Amazon está desesperada! 100 mil vagas de emprego abertas por causa do Coronavírus
  • Filmagens do The Matrix 4 foram suspensas por causa do Coronavírus
  • Microsoft cancela evento "Build". Novidades serão reveladas em apresentação online
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.