Coronavírus: Google envia todos os funcionários norte-americanos para casa

António Guimarães
Comentar

A Google está tomar medidas bastante drásticas no que toca a prevenção do Coronavírus. Na sua sede em Mountain View, Califórnia, foi solicitado a todos os funcionários que trabalhem a partir de casa, se possível. Esta recomendação terá a duração de um mês, até ao dia 10 de abril.

Após terem sido confirmados casos em Washington, várias empresas de tecnologia começaram a praticar políticas semelhantes, enviando funcionários para casa, para que possam trabalhar remotamente. Funcionários da Google em Bay Area também receberam as mesmas instruções.

Google está a banir anúncios relacionados com o Coronavírus

Devido à epidemia, existem vários negócios a tentar lucrar com o pânico. Um destes é a venda de máscaras cirúrgicas, um produto bastante requisito em vários países. Desta forma, a Google está a banir este género de anúncios, considerando-os antiéticos.

Entretanto o CEO da Google, Sundar Pichai, publicou no Twitter que é importante contribuir para a "distância social", de forma a evitar que a doença se espalhe, salvando pessoas e poupando recursos preciosos nos cuidados de saúde.

Outras empresas como o Twitter e Facebook não estão a ser tolerantes com anúncios semelhantes e principalmente, a desinformação. O Facebook está a analisar estritamente conteúdos que possam ter desinformação sobre o Coronavírus, removendo-os assim que considerados nocivos para a comunidade.

Editores 4gnews recomendam:

  • Adeus E3 2020! Feira de videojogos será cancelada
  • Gmail passa a suportar múltiplas assinaturas. Sabe como ativar
  • Google Chromecast: novo modelo poderá revolucionar o mais popular gadget da Google!
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.