S7

Apesar de já sabermos praticamente tudo sobre o Samsung Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, desde os testes de resistência, especificaçõesunboxing e, muito em breve, a análise final ao novo smartphone topo de gama da construtora líder no mundo Android. A única informação que estava em falta era mesmo o número de vendas dos novos equipamentos, algo que hoje ficamos a saber (finalmente).

Agora que os Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge estão, há cerca de um mês, nas várias lojas físicas espalhadas por todo o mundo, e depois dos sinais iniciais serem francamente positivos ( números de pré-compras), assistimos agora a uma forte recuperação da Samsung face ao declínio nas vendas que se fazia sentir há já dois anos consecutivos.

   

Segundo consta, a construtora sul-coreana já vendeu cerca de 10 milhões de smartphones Galaxy S7 (não sabemos se os S7 Edge também estão incluídos ou não), durante o último mês de março. Relembro que os novos equipamentos da marca foram anunciados durante a MWC 2016, a 21 de fevereiro e, pouco tempo depois, já estavam disponíveis para pré-compra em praticamente todos os mercados mundiais.

Março, o mês em que a Samsung vendeu 10 milhões de Galaxy’s S7

Samsung Galaxy S7 edge 4gnews

Estes números francamente positivos, traduziram-se num aumento de 2.4% nas cotações em bolsa da Samsung, cujo valor das ações, atingiu valores extremamente promissores, tanto para a marca, como para todos os seus investidores. Ao ultrapassar o valor inicial de vendas previstas para março, a Samsung reforça o seu lugar no topo do mercado Android e reafirma-se como grande potência no mercado dos dispositivos móveis.

Para além dos valores muito positivos nas vendas dos topos de gama, a Samsung também reforçou (e bastante) o seu segmento de gama média, com a linha Galaxy A extremamente apelativa graças ao seu design e qualidade de construção irrepreensíveis. Sem esquecer, como é óbvio, o semento de gama média-baixa com a linha Galaxy J, sendo esta mais voltada para o público jovem ou à procura de um equipamento de baixo custo.

Em suma, após um atribulado período nos últimos dois anos, a Samsung volta a afirmar-se como líder isolada no mercado Android. Finalmente em 2016, a autonomia, robustez e funcionalidades, estão ao nível do design e qualidade de construção que já eram irrepreensíveis desde 2015.

Termino com uma pujante frase de Lee Jin-woo da KTB Asset Management– “Não há nada de errado em fazer dinheiro sem inovação.” Isto porque muitas vezes nos esquecemos de que toda e qualquer empresa não vive sem lucros ao fim do mês.

Talvez queiras ver:

Viaphonearena
Fontecnbc

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).