China está a desenvolver sistema de competição ao GPS

António Guimarães
Comentar

A China declarou recentemente que está quase a terminar o seu sistema para competir com o GPS (Global Positioning System), operado pelos Estados Unidos. Esta declaração foi feita na sequência dos esforços do país para se tornarem independentes das tecnologias americanas.

Como sabemos, os Estados Unidos e China estão a travar uma "guerra" comercial. Nenhum dos países parece conseguir decidir-se em relação às taxas de importação e exportação de tecnologia americana e chinesa, prejudicando várias empresas no processo como a Huawei e ZTE.

O sistema de satélites chinês está quase pronto a lançar

Intitulado de rede Beidou, o sistema de satélites chinês será o primeiro a competir com o sistema GPS americano. De acordo com a Nikkei, cerca de 70% dos telemóveis chineses já estão adaptados e prontos a utilizar o novo sistema de posicionamento global.

A rede Beidou será fulcral para os planos da China de tornar as suas telecomunicações completamente independentes, principalmente com a entrada do 5G. A China planeia lançar o projeto na sua totalidade em junho de 2020, onde irá ligar os últimos dois satélites para colocar o sistema 100% operacional.

China vai fazer investimento massivo

A Nikkei avança ainda que a China fará um investimento massivo de 57 mil milhões de dólares durante o ano de 2020 para trazer este sistema à vida. Não há dúvida de que a China irá também utilizar este sistema de satélites para tornar a sua internet ainda mais restrita, como já acontece atualmente.

A internet na China funciona como uma espécie de intranet empresarial, com acessos limitados. Os seus cidadãos tem acesso restrito a vários sites e informações. A Rússia está a trabalhar num conceito semelhante com a RuNet.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.