Característica exclusiva do iPhone 12 Pro Max em todos os iPhone 13, diz rumor

Bruno Coelho
Comentar

Mesmo com alguns defeitos, o iPhone 12 Pro Max foi um dos melhores smartphones a ser lançado durante o ano de 2020. E o suprassumo da Apple chegou com uma característica que mais nenhum dos seus irmãos contém: estabilização ótica de imagem com movimento do sensor.

Todos os iPhone 13 terão estabilização ótica de imagem com movimento do sensor, segundo rumor

Ao que é avançado pelo DigiTimes, essa característica deixará em 2021 de ser exclusiva do modelo mais caro da Apple. Isto porque, segundo esta fonte, todos os iPhone 13 terão direito a usá-la.

“Os iPhone de próxima geração da Apple, com lançamento previsto para o segundo semestre de 2021, virão todos com tecnologia de estabilização ótica de imagem com movimento do sensor, de acordo com fontes da indústria”, afirma o relatório do DigiTimes.

Sensor principal do iPhone 12 Pro Max

Tal como refere a fonte, esta não é a primeira vez em que circula este rumor. Anteriormente, o site ETNews também já havia afirmado que os iPhone 13 com duas e três câmaras teriam direito a esse tipo de estabilização.

Os componentes para a obtenção desta estabilização são fornecido à Apple pela LG Innotek. Mas é referido que esta se terá recusado a confirmar estes rumores, que esperemos que se confirmem.

Esta estabilização ótica de imagem com movimento do sensor era, até ao iPhone 12 Pro Max, exclusiva de máquinas fotográficas. Permite obter vídeos mais estáveis que o habitual, e caso venha a chegar aos modelos mais baratos da Apple será uma grande notícia para quem não quer ter de desembolsar mais de 1300€ por um smartphone.

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple iPhone é a exceção neste mercado em queda durante 2020
  • Apple pode entrar em 'guerra' de podcasts com o Spotify
  • Apple AirPods Max: utilizadores relatam graves problemas de autonomia
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.