Candeeiro inteligente da Xiaomi e Philips já está em pré-venda

Bruno Coelho
Comentar

A submarca da Xiaomi – Mijia – anunciou esta semana um novo candeeiro inteligente em colaboração com a Philips. Este é um candeeiro que combina o design minimalista e de qualidade reconhecida da Xiaomi, com a qualidade da iluminação da Philips.

O candeeiro inteligente já se encontra em pré-venda na Gearbest com um preço de 117 euros. O seu preço pode justificar-se por cumprir os critérios de qualidade EyeComfort definidos pela Philips.

O objetivo primordial é que te seja fornecida a luz de melhor qualidade sem que provoque qualquer tipo de fadiga ocular. Este vai ser o teu melhor amigo caso passes muito tempo na secretária a ler ou a escrever.

Características principais:

  • Tecnologia anti-ofuscante
  • 5 níveis de ajuste
  • Sem perigo de luz azul (nível zero)
  • Luminosidade brilhante, uniforme e não-obstrutiva
  • Cria um ambiente para leitura e escrita profissional
  • Dupla proteção para os olhos
  • Estrutura permite que a luz chegue a todos os cantos da secretária
  • Índice de reprodução de cores: Ra90
  • Controlo através do smartphone

O ângulo de 10º de incidência do candeeiro, permite que quando este se encontre na horizontal o foco de luz não seja visto diretamente. Tal vai reduzir tanto o cansaço como possíveis problemas oculares.

A sua estrutura faz com que tenha um sistema de reflexão de luz bastante otimizado. este consegue filtrar a luz refletida por livros ou secretárias, dando destaque aos caracteres pretos e brancos.

O preço de pré-venda de 117 euros é ligeiramente superior ao anunciado de 569 iuanes – 74 euros. Consegue alcançar 1700 lumens, e a um mínimo de 754 lumens. Podes também controlá-lo com o teu smartphone, e mesmo não sendo a opção mais barata, a qualidade da iluminação da Philips pode ser grande a razão da sua compra.

Comprar o Xiaomi Smart MIJIA Philip Reading and Writing Desk Lamp na Gearbest por 117 euros

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.