Call of Duty Mobile tem crescimento massivo em apenas 2 meses

António Guimarães
Comentar

A parceria entre a Activision e Tencent provou ser um sucesso: Call of Duty Mobile já amealhou 87 milhões de dólares (78 milhões de euros) em receitas. Além disso, o FPS mobile já reuniu 170 milhões de downloads, apenas dois meses após o seu lançamento em outubro.

Na verdade, o mês de outubro foi o mais marcante, onde o jogo atingiu 146 milhões de downloads. O crescimento desde então desacelerou com 21 milhões de downloads em novembro. As transferências estão equilibradas entre a Google Play Store (52%) e a Apple App Store (48%).

Países onde o COD: Mobile tem mais sucesso

  • Estados Unidos: 28.5 milhões de downloads (16.6%)
  • Índia: 17.5 milhões de downloads (10.2%)
  • Brasil: 12 milhões de downloads (7%)

A nível de receitas, os Estados Unidos constituem o país mais rentável para o jogo, com 55 milhões de dólares apenas em outubro. O Japão representa o segundo território mais rentável, com 11 milhões de dólares em receitas. Em último ficou a Grã-Bretanha, com 2.6 milhões.

cod mobile

Call of Duty Mobile foi lançado na altura certa

Com o sucesso de jogos como PUBG Mobile e Fortnite, o ano de 2019 foi a altura perfeita para lançar o Call of Duty Mobile. O jogo já possuia uma comunidade de jogadores gigantesca devido ao seu legado que vai desde títulos para consola a computador.

O jogo segue o modelo tradicional de jogos mobile, sendo gratuito para jogar mas oferecendo uma panóplia de escolhas em compras dentro da aplicação. À semelhança de outros títulos, COD Mobile está constantemente a ser atualizado com novidades, desde missões a itens para utilizar durante o jogo.

Nem tudo são rosas, no entanto. O seu lançamento inicial reuniu bastantes queixas por parte de jogadores, em relação a bugs e lag no geral. Para já, esses problemas tem sido resolvidos mas ainda faltam algumas lacunas ao jogo. O suporte para comandos por Bluetooth é das adições mais requisitadas, por exemplo.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.