Call of Duty Mobile: o jogo que quer arrasar com o PUBG Mobile e Free Fire

Filipe Alves
1 comentário

Por muito que queira, acredito que ainda não é justo comparar de forma séria o Call of Duty Mobile com o PUBG mobile ou até o Free Fire. Todos os jogos são grátis para Android ou iOS, contudo, o Call of Duty tem pouco mais de uma semana no mercado.

Ainda que se tenha destacado da concorrência com mais downloads na primeira semana que os concorrentes PUBG Mobile, Free Fire ou até o Fortnite também na primeira semana, só o tempo dirá se o jogo será assim tão bem sucedido. Ainda assim, tenho uma opinião sobre o jogo e algumas razões pela qual o deves experimentar.

Call of duty Mobile, PUBG Mobile ou Free Fire

Call of Duty Mobile é um jogo impressionante

Desde os gráficos para um smartphone para a jogabilidade. O jogo é feito em conjunto com a Tecent (a construtora do PUBG Mobile) e nota-se que há traços idênticos.

Contudo, o jogo é bem mais do que pistolas e tiros. No "multiplayer" és colocado num local com mais 4 pessoas. O jogo é intenso e pouco tempo tens de recuperar. Depois de morreres estás pronto para vingar a tua morte. Quem chegar primeiro às 50 mortes ganha.

Contudo, é um pouco injusto a meu ver. Isto porque as armas podem ser diferentes. À medida que vais subindo no jogo vais ganhando armas que podes jogar nesta versão de multiplayer. Já no PUBG Mobile o mesmo tipo de jogos dá-te armas específicas para todos os jogadores.

Ainda assim, tens outras possibilidades de armas que valem a pena experimentar. Quanto mais adversários matares mais truques na manga tens. Podes atirar uma bomba de um drone que é quase impossível de escapar e pode matar múltiplos jogadores. Podes também lançar um drone que matará um adversário sem teres de fazer nada por isso.

PUBG Mobile e Free Fire continuam melhor no Battle Royal

PUBG Mobile e Free fire

Contudo, o Call of Duty tem algo para melhorar no Battle Royal. Nos últimos dias tenho jogado um pouco e para além de bugs temos um jogo que tentou a apanhar o melhor de tudo.

Assim sendo, vou tentar tirar algumas conclusões sobre a inspiração que o Call of Duty teve para construir o jogo. Atenção que isto é inteiramente pessoal e apenas uma opinião.

  • Área de batalha a fechar - Qualquer Battle Royal
  • Mapa demasiado "colorido" - Fortnite
  • Armas na sua maior parte reais - PUBG
  • Adereços (munições, armas e kits de vida) espalhados no chão - Free Fire
  • Personagem tem uma qualidade extra - Free Fire
  • Zombies (impossíveis de desligar) - PUBG Mobile e Free Fire em versões ativas de zombies
  • Gráficos demasiadamente coloridos (relva por exemplo) - Fortnite
  • Difícil controlo de veículos - Free Fire

Qual o melhor? PUBG Mobile, Free Fire ou Call of Duty?

Vai depender do que queres jogar. Se continuas a preferir um Batle Royal onde só um (ou uma equipa) pode ser vencedora e o círculo vai fechando, acredito que o PUBG Mobile e o Free Fire são mais capazes. Pelo menos para já. Temos de ter em conta que o COD apenas tem 1 semana. É preciso apontar que o FPS é bem melhor no COD que em qualquer outro que já joguei no smartphone.

Contudo, se queres experimentar algo novo, viciante e elétrico como a versão multiplayer dá uma tentativa ao Call of Duty! Tenho a certeza absoluta que vais adorar.

Mais sobre gaming na 4gnews:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.