Bitcoins: centenas de vídeos removidos pelo YouTube são restabelecidos

António Guimarães
Comentar

Recentemente, centenas de vídeos sobre Bitcoins foram marcados como inapropriados pelo YouTube. Os vídeos em questão receberam a etiqueta de "conteúdo perigoso ou nocivo" e "venda de produtos regulados". No entanto, o YouTube voltou atrás na sua decisão.

De acordo com um porta-voz da plataforma de vídeos, o conteúdo removido erroneamente já foi restabelecido. O porta-voz salienta que o YouTube possui uma quantidade massiva de vídeos no site e por vezes erros podem acontecer. No entanto "são rapidamente corrigidos e os vídeos prontamente restabelecidos".

Conforme avança a Forbes, cerca de 35 canais de conteúdo relacionado com criptomoedas foram afetados. Ironicamente, CoinTelegraph e CNBC, dois dos maiores canais do género no YouTube, foram poupados nesta "limpeza" da plataforma.

Google não revelou se foi erro humano ou automático

Os canais afetados foram rapidos a reclamar com a Google sobre a situação, que não respondeu além das declarações do porta-voz do YouTube. Uma das perguntas que ficou sem resposta foi o que causou esta eliminação. Pode ter sido um erro do sistema automático da Google como pode ter sido uma eliminação manual.

A Google não esclareceu, não deu detalhes adicionais e muito menos reconheceu a quantidade de contas que foram afetadas. Alguns dos Youtubers afetadas afirmam que vão boicotar a plataforma, apesar do YouTube ter corrigido o erro e restabelecido os vídeos.

Atualização nas políticas do YouTube pode levar a mais remoções

No dia 10 de dezembro, o YouTube atualizou os seus termos de serviço dizendo que irá "remover acesso ao YouTube ou conta da Google, se determinar que providenciar serviços ao utilizador já não é comercialmente viável".

Esta é uma cláusula bastante subjetiva mas no contexto da Bitcoin e criptomoedas, é bastante clara: devido ao facto das criptomoedas serem um investimento volátil, podem ser consideradas "perigosas e nocivas" e por conseguinte, ter conteúdo relacionado completamente banido na plataforma.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.