Apple: WWDC 2022 pode revelar novidades na linha de produtos

Mónica Marques
Comentar

A conferência WWDC da Apple vai acontecer entre os dias 6 e 10 de junho e, apesar de as atenções estarem concentradas no sistema operativo iOS, a marca pode revelar novidades na área de produtos.

Ao que tudo indica, nesta data a Apple irá apresentar dois novos computadores: o tão falado MacBook Air e o novo iMac redesenhado.

Apple pode lançar novos MacBook Air e iMac na conferência WWDC

Apple WWDC 2022
Na conferência WWDC a Apple vai revelar os seus novos sistemas operativos

Está confirmado pela própria Apple que a edição deste ano da conferência WWDC terá lugar entre os dias 6 e 10 de junho. Sabe-se também que é neste evento que a empresa irá revelar o iOS 16 e restantes sistemas operativos para o seu portfólio de produtos tão amplo.

Mas novos rumores apontam para que as novidades não se fiquem por aqui. Ao que tudo indica, a empresa de Cupertino irá também apresentar o tão falado MacBook Air e o iMac de 27 polegadas redesenhado.

MacBook Air
O MacBook Air pode chegar com várias opções de cor Crédito@JonProsser

Poucos pormenores são conhecidos sobre ambos os equipamentos, mas espera-se que o novo MacBook Air chegue com um design atualizado e especificações poderosas. É expectável que o portátil venha equipado com o novo processador M2 da marca, uma vez que a Apple já confirmou que a "família" M1 está completa.

Já o iMac de 27 polegadas poderá chegar cm um design semelhante ao iMac de 24 polegadas, molduras brancas e com diferentes variantes de cor. Aliás, de acordo com os últimos renders divulgados no mundo Web, também o MacBook Air contará com várias opções de cor para o utilizador escolher.

Apple enfrenta outra investigação antitrust na Europa

Outras notícias relacionadas com a Apple dão conta de que a empresa está, mais uma vez, a ser confrontado com uma investigação antitrust, realizada pela Comissão Europeia.

A notícia é avançada pela agência Reuters que adianta que esta investigação está relacionada com uma acusação anticompetitiva movida pela conhecida plataforma de streaming Spotify.

Recorde-se que nos últimos anos, a Comissão Europeia tem tentado travar grandes empresas de tecnologia, como a Apple e a Google, relativamente às suas políticas de comissões nas respetivas lojas de aplicações.

Em 2019, a plataforma Spotify tinha já apresentado uma queixa à Comissão Europeia, na qual acusava a Apple de "forçar regras na App Store que limitam propositadamente a escolha e sufocam a inovação às custas da experiência do utilizador".

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.