Apple Watch Series 8 pode vir a salvar vidas com esta função do watchOS 9

Rui Bacelar
Comentar

A Apple acabou de revelar ao mundo um rol considerável de novidades durante a sua conferência anual World Wide Developers Conference, ou WWDC 2022. Ficamos primeiramente a conhecer os novos computadores portáteis MacBook com o novo processador Apple M2, mas também tivemos novidades para os relógios inteligentes da marca de Cupertino.

Assim, ficamos a saber que os próximos Apple Watch Series 8, a ser apresentados oficialmente em setembro de 2022, terão uma caraterística junto das suas funções que, possivelmente, poderá salvar vidas. Ao que tudo indica este será um dos principais pontos de venda / novidades a ser anunciadas para a próxima geração dos wearables da marca de Tim Cook.

O Apple Watch Series 8 chega em setembro de 2022

Apple Watch Series 8
Possível design dos relógios Apple Watch Series 8. Crédito: Jon Prosser

Foi também durante a keynote, a conferência de abertura da WWDC 2022 que a Apple revelou o novo watchOS 9. Esta é a mais recente versão do sistema operativo de Cupertino para os seus relógios inteligentes e trará, entre outras novidades, mais opções de monitorização e acompanhamento da saúde do utilizador.

Em particular temos agora uma nova função de monitorização biológica com sensor dedicado ao acompanhamento da carga cardíaca. Ou seja, visando detetar sinais precoces de fibrilhação cardíaca, entre outros sinais que possam indicar patologias cardíacas, ou problemas com o músculo cardíaco.

Tal como refere a própria Apple nas notas oficiais, os próximos Apple Watch Series 8 poderão detetar ritmos cardíacos irregulares de forma ativa e preventiva ao analisar e monitorizar a frequência cardíaca. É um passo além do que as gerações atuais permitem, visando uma maior eficiência na análise de sinais indicadores de fibrilhação atrial.

watchOS 9 traz mais funções de monitorização da fibrilhação atrial

Apple Watch Series 8

A fibrilação atrial, também conhecida como AF ou Afib, é um ritmo cardíaco irregular e muitas vezes muito rápido. Uma condição que pode causar sintomas como palpitações, fadiga e falta de ar. Desse modo, vigiar e tratar a fibrilação atrial é importante porque pode causar um acidente vascular cerebral ou insuficiência cardíaca e afetar negativamente qualidade de vida.

Em suma, assim que começar a chegar aos utilizadores os Apple Watch Series 8 poderão começar a salvar vidas, melhorando a deteção precoce destas patologias. Este é um quesito em que a Apple se tem esmerado e que podemos apenas congratular.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com