Apple Watch salva a vida de uma mulher presa num rio

Mónica Marques
Comentar

O smartwatch da Apple é hoje notícia pelas suas funcionalidades relacionadas com os serviços de emergência.

De acordo com as informações divulgadas, uma mulher presa num rio de águas geladas recorreu a esta funcionalidade do wearable para ser salva pelas autoridades competentes.

Função SOS do Apple Watch ajuda a salvar uma mulher presa num rio de águas geladas

Apple Watch Series 7
O Apple Watch Series 7 está disponível em Portugal a partir de 439 euros Crédito@Apple

O Apple Watch é hoje notícia pelas melhores razões. De acordo com o site AppleInsider, o wearable da Apple terá ajudado a salvar uma mulher presa num rio com águas geladas.

O incidente ocorreu no passado dia 15 de junho quando a utilizadora estava a nadar nas águas gélidas do rio Columbia, no estado do Oregon. A dado momento, a mulher ficou com o seu pé preso numa pedras do fundo do rio, ficando numa situação bastante perigosa.

É nesta altura que a utilizadora decide recorrer à função SOS do Apple Watch para contactar com os serviços de emergência que, de imediato, se deslocaram ao local para proceder ao salvamento.

Segundo o relatório da ocorrência, a mulher foi encontrada num estado de exaustão avançado, apresentando os primeiros sinais de hipotermia, uma vez que se encontrava presa em águas a rondar os 13 graus de temperatura.

Função SOS tem uma forma específica de ser acionada

A história cabou da melhor maneira com a mulher a ser salva e prontamente socorrida. Esta não é a primeira vez que o wearable da Apple ajuda num salvamento. Numa ocasião anterior, também um homem foi salvo quando estava sob um rio congelado, recorrendo exatamente à mesma funcionalidade.

Recorde-se que a função SOS nos smartwatches da Apple pode ser acionada ao pressionar e segurar no botão lateral, localizado por baixo da Digital Crown, até que a funcionalidade Emergency SOS surja no ecrã.

Outro ponto a ter em conta é que para este recurso funcionar a 100% é necessário que o wearable esteja equipado com comunicações móveis.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.