183331-applewatchgroup

Mesmo tendo sido a última gigante do setor móvel a lançar o seu smartwatch, a Apple conseguiu desde logo um lugar privilegiado no ramo dos smartwatches. Um dos principais fatores para tal sucesso terá sido a quota de mercado que a Apple já possuía e que obriga os utilizadores iPhone a comprarem um Apple Watch, isto claro se pretendessem possuir um smartwatch.

O seu grande concorrente foi sempre o Android Wear, que se encontra no mercado há bem mais tempo, mas que mesmo assim ainda não foi ainda capaz de conquistar muita gente. Olhando para os próximos tempos, a empresa IDC divulgou já as suas mais recentes previsões, as que mantêm o Apple Watch no primeiro lugar do pódio nos próximos anos.

   

Analisando os dados agora revelados, vê-se que o Apple Watch leva uma grande vantagem, com a estimativa de 14 milhões de unidades vendidas só em 2016, ao passo que os dispositivos Android Wear deverão apenas registar 6.1 milhões de vendas. A mesma autora acredita ainda que a eminência da chegada de um novo Apple Watch irá abrandar um pouco as vendas do modelo já comercializado, mas algo que deverá mudar drasticamente assim que a nova versão for disponibilizada.

Vê também: A Michael Kors entra no mundo Android Wear

idc-march-smartwatch-os

Olhando para o futuro, pelo menos nos próximos cinco anos esta dominância manter-se-á, já que em 2020 o Android Wear irá finalmente ficar taco-a-taco com o produto da Apple. Por essa altura existirá apenas uma diferença de 2.6% na quota de mercado entre a Google e a Apple. Quererá esta recuperação ser efetivamente por mérito da Google ou por desmérito da Apple? Só o futuro o dirá, mas será obviamente agradável assistir aos próximos capítulos.

Uma vez que este relatório engloba todo o mercado wearable, outras plataformas foram também analisadas e mostram-nos uma provável descida no mercado do sistemas operativos da Samsung e da Pebble, ao contrário de outros menos conhecidos que deverão despertar a curiosidade daqueles mais aventureiros.

Talvez queiras ver: