fonte: depositphotos
fonte: depositphotos

Será que o tipo de smartphone que usamos diz algo sobre o nosso carácter? Caso efetivamente sejam um reflexo da nossa personalidade o que é que isso quer dizer? Os equipamentos Android e iOS totalizam mais de 90% de todos os smartphones em uso e hoje deparamo-nos com um estudo bastante controverso, elaborado pelas universidades de Lancaster e Lincoln, Reino Unido.

Vê também: Xiaomi Mi 6- O primeiro vislumbre!

Cada vez mais um sinónimo de estilo, um modo de vida e acessório indispensável para o nosso dia-a-dia, os smartphones tornaram-se, pouco a pouco, num reflexo do seu utilizador. Portanto, Android ou Apple iPhone?
O estudo foi levado a cabo pelas universidades de Lancaster e Lincoln, instituições reputadas e que envolveram 530 pessoas entre 2015 e 2016, estudando os seus smartphones e os seus sentimentos e principais hábitos sociais. Hoje, os resultados foram publicados.

   

Apple e iPhone são sinónimos de ostentação?

Na citação original pode ler-se "We found that iPhone owners are more likely to be female, younger, and increasingly concerned about their smartphone being viewed as a status object." Em português " Concluimos que a maioria dos utilizadores de iPhone tendem a ser do sexo feminino, jovens e cada vez mais preocupadas com a importância do smartphone enquanto símbolo de status e nível social".

Estará agora provado que a Apple e os iPhones são, acima de tudo, um símbolo de ostentação, fruto da nossa insegurança perante o olhar alheio? O senso comum já apontava nesta direção mas agora temos um estudo a comprovar isso mesmo mas calma, temos ainda mais.
"Detetamos diferenças em pontos chave da personalidade, os utilizadores de iPhone apresentaram niveis mais baixos de honestidade e de humildade, ao passo que os níveis de emoção apresentados são mais elevados", conclusões dos investigadores das universidades de Lancaster e Lincoln, Reino Unido.

Posto isto poderíamos concluir que os utilizadores de iPhone são mais desonestos e propensos a agir egoísticamente do que os utilizadores de Android. Além disso, quem tem um iPhone gosta mais de o exibir, gosta mais de mostrar o que tem e quando mais caro o smartphone, melhor. Uma tendência que já se sente bem em Portugal. Cada vez mais, o iPhone é uma pena de pavão.

fonte: depositphotos
fonte: depositphotos

No outro lado da balança, os utilizadores de Android demonstraram ser mais honestos, mais afáveis, menos interessados no estatuto social, nas aparências e menos propensos a quebrar as regras para algum tipo de proveito pessoal. Alem disso, são geralmente um pouco mais velhos do que os utilizadores de iPhone e poderíamos pensar que o comportamento associado aos utilizadores Apple refletem mais os ímpetos e chamas próprias da juventude.

Em suma, os principais utilizadores de Apple iPhone são os jovens, sobretudo do sexo feminino, associando o smartphone ao seu nível social, à moda/status. Um estudo bastante controverso mas que me parece retratar, ainda que em traços genéricos, a sociedade atual.

Talvez queiras ver:

Especificações do misterioso Zuk Edge reveladas pelo vice presidente da Lenovo

Lenovo usará o nome “Moto” nos seus próximos lançamentos

Lenovo Phab 2 Pro chega ao mercado como o pioneiro do Google Tango

ViaCNET
Fonteliebertpub
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).