appletouchbar-1600

Recentemente temos visto uma grande aposta nos ecrãs tácteis por parte da Microsoft nos seus dispositivos, como o Surface Book ou o Surface Studio, abrindo novos horizontes a software que pode tirar proveito dessa funcionalidade. No entanto, essa aposta não chegou aos lados da Apple, para desgosto de alguns fãs da gigante americana. E pelo que parece, não é algo que os responsáveis da Apple tenham em mente.

Phil Schiller, vice-presidente do departamento de marketing da Apple, veio a público confirmar que não estará nos planos da marca implementar essa tecnologia nos seus laptops e desktops, contrariamente ao que alguns fãs terão pensado quando foi revelada a nova “Touch Bar” dos MacBook Pro. Numa recente entrevista com o Backchannel, Schiller considera que um MacBook com Multi-Touch iria criar uma divisão entre o portátil e o computador fixo da marca, pelo que, por outro lado, um ecrã táctil no iMac não iria de encontro à principal fonte de interação que é o teclado e o mousepad.

   

“Pensamos a Plataforma como um todo. Se colocássemos um ecrã táctil no ecrã do notebook, não seria suficiente – o computador fixo não funcionaria dessa forma” – disse Schiller na entrevista ao Backchannel, colocando ainda em questão essa mesma hipótese: “Conseguem imaginar um iMac de 27 polegadas onde têm de se esticar para conseguir executar algumas funcionalidades ou tocar em ícones? Seria absurdo.”

Ver também: Asus ZenFone AR será o primeiro equipamento Project Tango da marca

Apesar de considerar absurdo, Schiller confirma que a Apple levou a cabo alguns testes na tentativa de implementar esta tecnologia e terá sido em consequência disso que terão chegado à conclusão que não seria exequível e eficaz, na sua visão. Quando questionado diretamente sobre se a inclusão da Touch Bar nos MacBook seria uma tentativa de aproximação entre o iOS e o macOS, a resposta foi negativa: ”O  pensamento por trás da ideia desde o inicio que não foi ‘Como é que colocamos o iOS num Mac?’, mas sim ‘Como é que usamos essa tecnologia (do iOS) para melhorar a experiência Mac?’”

Quanto à questão relativa à recente mudança das entradas USB para passar a ter exclusivamente entradas USB-C e a desilusão de alguns fãs que temem a constante compra de novos adaptadores, Schiller confirma que há uma consciência na empresa de que é uma aposta acertada, considerando que o USB-C será muito em breve o tipo de entrada mais comum.

Por ultimo, a base na divisão de opiniões que estará, para Schiller, entre aqueles que já experimentaram os novos MacBooks e os que ainda não tiveram essa experiência. Quanto a nós, vamos aguardar pela chegada dos novos laptops da Apple, esperando vir a concordar com Phil Schiller.

Talvez queiras ver:

Consumidores não se deixam enrolar: iPhone 7 com procura muito abaixo do esperado 

"The Martian VR Experience" - o primeiro filme VR em Marte estará disponível amanhã

ZTE abre caminho para um flagship com Stock Android a um preço acessível 

ViaMacRumors
FonteBackChannel
Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.