Apple quer mover a sua produção para fora da China. Entende a razão

António Guimarães
Comentar

O governo indiano removeu cláusulas de avaliação que estavam a impedir empresas como a Apple, Samsung, Oppo e Vivo de mover alguma da sua produção para a Índia. De acordo com a Apple, a Índia só tem a ganhar ao permitir essa mudança, motivando o crescimento económico do país.

Já tinha sido relatado que a Apple pretendia mudar alguma da sua produção para fora da China e para territórios asiáticos mais "neutros" como Índia, Vietnam, Camboja e Tailândia. Devido à guerra comercial da China com os Estados Unidos, esta medida ajuda a atrair mais investimentos americanos.

fsggfgfs

A Índia também tem muito a ganhar pois torna-se um parceiro de negócios atraente para a Apple e outras empresas. É óbvio que a Apple não será a única empresa a aproveitar-se destas mudanças e abertura por parte do governo indiano. Assim sendo, a Índia poderá tornar-se o próximo "paraíso" de produção.

Contudo, existem sempre as questões laborais, de trabalhadores explorados nas fábricas de produção. Sabemos que essa é uma realidade na China e facilmente se pode tornar também assim na Índia.

Apple vai beneficiar bastante, movendo fábricas para a Índia

Duas das maiores fornecedoras da Apple, Wistron e Foxconn estão preparadas para a mudança. Adicionalmente, o governo indiano quer incentivar as empresas a produzir na Índia através do incentivo PLI (product-linked incentive).

Com este incentivo, as empresas são incentivas financeiramente a produzir certas quantidades de smartphones num período de 5 anos. Existem vários patamares onde o objetivo é que a maioria dos equipamentos produzidos sejam topos de gama.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.