Apple prepara nova tecnologia para melhorar controlos por gestos nos AirPods

Carlos Oliveira
Comentar

Recentemente foi descoberta uma nova patente da Apple focada nos controlos por gestos nos seus auriculares AirPods. Ao invés dos atuais sensores capacitivos, a empresa americana deseja transitar para sensores ultrassónicos.

O documento em causa foi submetido recentemente junto da entidade competente norte-americana. Isso significa que esta nova tecnologia dificilmente integrará os AirPods Pro 2 que deverão chegar em setembro próximo.

Apple incluir sensores ultrassónicos no interior dos AirPods

A patente submetida pela Apple junto do USPTO incide sobre uma tecnologia de toque ultrassónico a ser aplicada em headphones. Tal discrição indicia que esta abordagem poderá integrar tanto a linha AirPods Pro como os mais dispendiosos AirPods Max.

Apple AirPods

Seja qual for o produto a estrear esta tecnologia, o seu objetivo é aprimorar o reconhecimento dos gestos feitos pelos utilizadores. Para tal, a Apple quer desfazer-se dos atuais sensores capacitivos em favor de sensores ultrassónicos.

A solução da Apple passa pela adoção de ondas guiadas em direção radial para uma melhor deteção dos dedos. Deste modo, não só eliminará os chamados toques fantasma como irá aprimorar a precisão do reconhecimento dos comandos.

Esta nova abordagem será uma benesse para todas as situações em que se prova complicado interagir com os AirPods Pro. Exemplos disso é quando o utilizador usa luvas ou quando os AirPods ou os dedos se encontram molhados.

Tal como a Apple refere na sua patente, um sistema ultrassónico de deteção de toques será menos afetado por líquidos condutores de corrente elétrica quando estes entram em contacto com superfícies sensíveis ao toque.

O facto de a Apple ter submetido esta patente, não garante que a tecnologia descrita venha a integrar um produto pronto para consumo. Por enquanto, é apenas uma ideia da tecnológica americana que poderá, ou não, integrar algum dos seus produtos de áudio a chegar ao mercado nos próximos anos.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.