Apple pode surpreender com Mac Pro equipado com Apple Silicon de 40 núcleos!

Rui Bacelar
Comentar

A Apple surpreendeu o mundo com o lançamento do seu primeiro processador capaz de fazer frente aos chips da Intel e AMD, o agora famoso e cobiçado M1. Trouxe um novo padrão de desempenho que a tecnológica quer aplicar a mais dos seus produtos.

Este mesmo chip M1 está presente nos novos iMac e na mais avançada versão do tablet iPad Pro. Em seguida, contamos com a sua chegada e presença, ainda que numa versão reforçada com até 40 núcleos, aos próximos computadores Mac Pro e Mac mini.

Há novos computadores Apple a caminho com chip M1

Apple iMac
A mais recente geração de computadores iMac já usa o chip M1

A notícia é agora avançada pela agência Bloomberg que afirma ter informação exclusiva junto da tecnológica de Cupertino. Em causa estão dois novos produtos, um novo computador Mac Pro e uma nova variante do Mac mini com caraterísticas reforçadas.

Em primeiro lugar, o próximo Mac Pro deverá ser até duas vezes menor, ou compacto que o atual modelo, ao que a fonte aponta algumas das caraterísticas. Apontam-se assim duas versões do Mac Pro - um com 20 núcleos - ao passo que o outro terá até 40 núcleos no processador para lidar com tarefas mais intensas.

Por outro lado, a gráfica ou GPU terá entre 64 núcleos a 128 núcleos, tornando qualquer computador numa incrível máquina de edição de vídeo, imagem e outras tarefas graficamente exigentes. Este será o grande salto para o computador de topo.

O Mac Pro terá até 40 núcleos de CPU e 128 núcleos de GPU

Apple Mac Pro
O computador Apple Mac Pro (2019) desmontado pela iFixit.

Atualmente estes produtos terão o nome de código (nomenclatura interna) de 2C-Die e 4C-Di. Sabemos ainda que os processadores terão entre 16 a 32 núcleos de alto desempenho com os demais a serem núcleos energeticamente eficientes, para tarefas leves.

Será, portanto, uma otimização geral do computador mais avançado da Apple, atualmente equipado com processadores Intel e apresentado em 2019. Possivelmente já em 2022 poderá ter a sua primeira grande revisão para incluir os chips da própria Apple.

Também o Mac mini receberá um novo e poderoso M1

Apple Mac mini
A mais recente iteração do Mac mini já usa o chip M1.

Atualmente ambas as versões do compacto Mac mini estão equipadas com 8 ou 16 GB de memória RAM e o chip M1 com a seguinte configuração:

  • CPU 8‑core com 4 núcleos de desempenho e 4 núcleos de eficiência
  • GPU 8‑core

Estas caraterísticas tornam o computador indicado para um uso ligeiro, não para edição de vídeo e, mesmo para processamento mais intenso e edição de imagens não são propriamente a máquina ideal. Algo que a empresa deverá acautelar num futuro próximo.

Com efeito, estará a ser preparada uma versão avançada do Mac mini equipada com CPU de 10 núcleos e GPU de 32 ou 64 núcleos. Face à versão atual, com as caraterísticas indicadas supra, será um aumento significativo do poder de processamento gráfico.

Mais ainda, o próprio chassi do computador estará equipado com mais duas portas no topo, além das atuais. Por fim, deverá suportar até 64 GB de memória RAM que o tornará efetivamente numa máquina apta a processamento e edição de vídeo.

Note-se, por fim, que a fonte aponta o caráter precoce deste possível reforço ao Mac mini. Segundo a mesma, o projeto está nas suas etapas iniciais e pode simplesmente ser cancelado caso a empresa não o considere viável.

Por outro lado, a atualização do modelo maior do iMac como Apple Silicon (chip M1 ou M2) está efetivamente na agenda.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.