Apple pode lançar algo bem mais arrojado que um iPhone dobrável

Carlos Oliveira
Comentar

A Apple é um dos grandes nomes do mercado tecnológico que ainda não se juntou ao nicho dos smartphones dobráveis. Mas a mais recente patente submetida pela empresa poderá justificar essa ausência.

A Apple procurou aprovação para uma tecnologia que nos oferece um smartphone enrolável. Uma tecnologia arrojada, mas que já vimos chegar ao mercado das televisões pela mão da LG.

Apple poderá lançar um iPhone com um ecrã que se enrola

Na patente submetida pela empresa americana pode ler-se "dispositivo eletrônico com estruturas flexíveis de exibição". Ainda de acordo com o documento, este equipamento poderá dobrar em volta de um ou mais eixos.

Patente Apple

Ademais, é referido que o equipamento a usar esta tecnologia contará com um estado "enrolado" e "desenrolado". Isto sugere diferentes funcionalidades consoante o estado em que o ecrã estiver. Para que o ecrã não fique enrugado, quando desenrolado, serão utilizados imãs.

Durabilidade é o principal entrave a um equipamento deste género

Quando nos debruçamos sobre os smartphones dobráveis, a principal preocupação que estes levantam é a durabilidade dos seus ecrãs. As novas gerações têm trazido algumas melhorias neste capítulo, mas estão ainda longe da perfeição.

Olhando para um smartphone enrolável, este género de preocupação assume uma dimensão bem superior. Uma coisa é dobrar um ecrã a meio, outra é enrolá-lo.

Como já referi, a LG já lançou para o mercado uma televisão com essa tecnologia e isso poderá ajudar a dissipar os receios em torno da sua durabilidade. Mas ainda é cedo para perceber quanto tempo durará esse painel.

Por fim, importa relembrar que uma patente não é sinónimo que tenhamos no mercado um produto que faça uso da mesma. Aquilo que ela nos mostra é que a Apple está a trabalhar no conceito e quis salvaguardar a ideia para o caso de um dia achar viável implementá-la.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.