Apple perde no tribunal para empresa Chinesa que usa o nome "iPhone" nas suas capas de smartphone

Filipe Alves

iPhone case

Quando ouvimos a palavra iPhone a nossa mente automaticamente vai para a empresa de Cupertino e o gadget mais influente do mundo, de acordo com a revista TIME. Mas nas China a coisa é diferente. Aliás, na China não só a gastronomia atinge extremos, também situações como esta conseguem prevalecer.

Vê ainda: Mr Bitcoin… 8 anos depois alguém se identifica como fundador da moeda virtual

A Apple perdeu em tribunal quando acusava uma empresa de utilizar o nome "iPhone" nos seus produtos. A empresa em questão é uma pequena empresa que fabrica capas para smartphone e outro tipo de sacos e de uma forma a abranger mais mercado entrando de uma forma mais agressiva, decidiu em 2009 chamar-lhes "iPhone".

iphone_case_a1

A empresa de Cupertino atacou, mas esta semana o veredito referiu que a Apple em nada pode reclamar visto que embora o nome tenha sido registado em 2002 só foi autorizado em 2013, o que deu tempo e mais do que tempo à pequena empresa Chinesa de se aproveitar do nome mais falado do mundo!

A Apple está numa situação delicada na China, numa altura que os seus livros e filmes foram banidos do iTunes Chinês por ordem governamental.

A empresa de Tim Cook não está a passar um bom momento, mas o CEO da Apple teve uma resposta firma aos investidores, uma entrevista que poderás ver no nosso artigo anterior.

Talvez queiras ver:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.