Apple iPhone 6
Apple iPhone 6

Uma das maiores virtudes da Apple está no seu serviço pós-venda. Se tiveres a sorte de viveres perto de uma Apple Store, quando o teu iPhone, ou outro tipo de equipamento Apple, estiver com alguma avaria, este é o local onde conseguirás um novo exemplar na mesma hora em que fores reclamar.

Se este não for o caso, então as coisas podem complicar-se um pouco mais. Mas nos Estados Unidos está a ser debatida uma nova lei que permitirá a terceiros reparar qualquer smartphone de uma forma mais simples. Contudo, a Apple está contra a mesma e está a investir dinheiro para fazer marcar a sua posição quanto a este novo projeto de lei.

Vê também: Prepara-te para um iPhone 8 bem mais caro que o antecessor

   

Este projeto de lei tem como denominação Fair Repair Act e foi proposta pela Aliança ao Direito Digital de Reparo. Esta aliança é formada por algumas lojas independentes que se dedicam à reparação de produtos.


Aquilo que as mesmas reclamam com este novo projeto de lei é que as marcas disponibilizem hardware e ferramentas de reparação para os seus equipamentos. Com estes acessórios, estas lojas poderiam reparar o equipamento de qualquer consumidor sem qualquer tipo de problemas de software posteriores à operação ou a necessidade de manuais da própria marca para poderem reparar os equipamentos em causa com sucesso.

Porque razão estará a Apple contra este projeto de lei?

A Apple é então uma das empresas que está contra esta nova lei. As razões para tal são ainda desconhecidas, mas sabe-se que a empresa de Cupertino está a pagar para tal. A Apple contratou os serviços de uma empresa especializada no assunto, chamada Roffe Group, e à qual está a pagar nove mil dólares por mês.

Esta oposição foi descoberta no estado de Nova Iorque, onde outras empresas como a Verizon, Toyota, Lexmark ou Caterpillar também se opões à lei aqui em causa.

Como sabemos, a Apple tem um um controlo apertado sobre todos os seus produtos. Como tal, esta poderá ser uma medida para conseguir manter esse mesmo controlo e para que os seus produtos não sofram de anomalias que possam advir de um reparo levado a cabo por alguém que não os seus engenheiros. Mas deixa-nos a tua opinião sobre quais poderão ser os motivos da empresa para esta tomada de posição.

Outros assuntos relevantes:

Protótipo do iPhone 8 mostra-nos pormenores do terminal

Oppo A77: Uma espécie de iPhone que tira super selfies

Motorola Moto Z2 trará especificações tão poderosas quanto o Galaxy S8

Viaphonearena
Fontemotherboard
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.