Apple - Descoberta nova vulnerabilidade nos computadores Mac

Rui Bacelar
Apple MacBook Pro Tim Cook firmware
Tim Cook, CEO da Apple durante a apresentação dos novos MacBook Pro

De acordo com a agência de segurança Duo Security e segundo avança a agência Reuters, alguns Mac's (computadores da Apple) estarão vulneráveis a ataques de "firmware". No que consiste esta falha de segurança e como poderás certificar-te que o teu computador Mac está a salvo? Vem daí...

Vê ainda: Google Fotos 3.6 – Atualização torna a partilha de vídeos muito mais veloz!

Desde 2015 que a Apple tenta proteger os seus computadores Mac de uma nova ameaça de hacking que é extremamente difícil de detectar e pelos vistos a gigante de Cupertino não tem sido completamente eficaz nesta tarefa de proteção dos seus consumidores de acordo com as conclusões da agência Duo Security publicadas na passada sexta-feira.

No que consiste esta vulnerabilidade nos Mac da Apple?

A agência Duo examinou aquilo que é conhecido como fiambre nos computadores Mac. Por firmware entenda-se o software que está incorporado no próprio sistema operativo, sendo mais básico do que o Windows da Microsoft ou o macOS da Apple. Trata-se de um ficheiro raiz, um pequeno fio de software.

Assim que um computador é iniciado pela primeira vez, mesmo antes do sistema operativo iniciar (boot), o firmware verifica a presença dos componentes básicos como o disco rígido e processador e envia-lhes ordens (comandos) para executarem um certo tipo de acções.

Desta forma o firmware é extremamente difícil de detetar, escondendo-se bastante convenientemente até mesmo do sistema operativo.

Qual o seu modus operandi?

Na maioria dos casos o firmware visa alterar ou impedir que as mais recentes atualizações e correções de segurança disponibilizadas pela Apple cheguem aos seus computadores Mac.

Estas pequenas atualizações são fornecidas separadamente do sistema operativo e, por via da regra, a sua atualização seria automática não tendo o utilizador final que se preocupar com a sua chegada e instalação.

Já em 2015 a Apple começou a incluir estes patches ou pacotes de segurança juntamente com as últimas atualizações do sistema operativo Mac para se certificar de que os seus computadores ficariam devidamente atualizados e protegidos.

Entretanto a agência Duo analisou 73,000 computadores Mac em utilização no mundo real e descobriu que 4.2% de todas estas máquinas não estavam a correr o software que deveriam, consoante a versão do seu sistema operativo.

Apple iMac 27 Mac firmware
Na imagem : iMac de 27 polegadas a ser desmontado - Crédito: iFixit

Em alguns modelos, tal como o iMac de 21,5 polegadas lançado em finais de 2015, 43% dos computadores estava a utilizar software que não o mais recente e, como tal, mais vulnerável a ataques.

Isto estaria a deixar vários Mac's susceptíveis a ataques como o “Thunderstrike” em que os hackers podem controlar um computador Mac depois de ligarem um adaptador Ethernet à porta thunderbolt.

Mesmo assim, os Mac's continuam a ser os computadores mais seguros

Por outro lado, só foi possível descobrir esta vulnerabilidade nas máquinas da Apple porque esta é a única construtora que regularmente atualiza o firmware (este software básico de raiz) com alguma regularidade.

"Isto, em última análise, torna os Mac da Apple nas máquinas mais fáceis de assegurar, verificar e atualizar." afirmações de Rich Smith, diretor de pesquisa e desenvolvimento na agência Duo em declarações à agência Reuters.

Entretanto a agência Duo já terá notificado a Apple das suas descobertas antes de as publicar na passada sexta feira. Por sua vez, gigante de Cupertino disse que já estava ciente de tal facto e estaria a encetar esforços para corrigir esta situação.

Para mais informações sobre a esta marca e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

E tu, utilizas algum computador da Apple? Alguma vez tiveste algum problema de segurança no teu Mac?

Outros assuntos relevantes:

Já podes descarregar aqui o Kernel do Motorola Moto Z Play

Criador da Geekbench diz que Android tem ficado sempre atrás do iPhone

Instragram adiciona novos filtros para as tuas Insta Stories

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).