Apple já doou 200 milhões de euros à instituição (RED), revelou Tim Cook

Vitor Urbano
Comentar

Hoje é o dia internacional da luta contra a SIDA e Tim Cook, CEO da Apple, decidiu revelar através da sua conta no Twitter quanto é que a sua empresa já doou à reconhecida organização (RED). De acordo com as informações reveladas pelo CEO, a Apple já doou 200 milhões de euros, ao longo dos últimos 13 anos.

Uma média de 15 milhões de euros por ano, torna a Apple a maior contribuinte na luta constante da (RED) contra a SIDA. Cook salienta ainda a grande evolução alcançada ao longo dos anos, revelando que desde 2004, o número de mortos associados à SIDA desceu mais de 50%.

This #WorldAIDSDay we mark our 13th year partnering with @RED to fight AIDS in Africa. Since 2006, our customers have helped us raise $220M. AIDS-related deaths have fallen by more than half since 2004. Together we can achieve an AIDS-free generation. https://t.co/h4wnIDGAmq

— Tim Cook (@tim_cook) 1 de dezembro de 2019

Apple traz novas formas de angariar fundos para a (RED)

Ao longo dos últimos anos, já se tornou quase uma tradição, ver a Apple lançar uma edição especial do iPhone de forma a angariar fundos para a (RED). Estas edições especiais chegam (obviamente) com um tom vermelho vivo, característico da associação que apoiam.

No entanto, este ano Tim Cook decidiu investir numa abordagem diferente. De forma a suportar a causa, o logótipo da Apple presente em milhares de lojas foi iluminado de vermelho. Além disso, em cada compra/subscrição feita através do Apple Pay, será doado 1 dólar para a (RED).

iPhone 11 (RED)

Independentemente da forma como decidem realizar a angariação de fundos para esta instituição, é de louvar que o continuem a fazer de forma ativa. Apenas com o apoio de grandes empresas como a Apple, estas organizações conseguem realizar o trabalho extremamente importante que têm na sua missão.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.