Apple iPhone 8
Render do Apple iPhone 8 crédito: Martin Hajek

Graças à libertação do firmware para o novo HomePod por parte da Apple, nos últimos dois dias temos sido confrontados com várias novidades sobre o futuro iPhone 8. Podes perguntar-te como é que o firmware de outro dispositivo nos pode esclarecer relativamente ao novo iPhone 8. E a resposta para tal é simples.

O código fonte da coluna inteligente da Apple é precisamente o mesmo que será utilizado no seu novo smartphone. Claro que existirão algumas diferenças entre ambos os equipamentos, mas essas serão poucas.

Vê também: Samsung Galaxy Note 8 “Midnight Black” surge em imagem de imprensa!

   

Com efeito, o desenvolvedor Steve Troughton-Smith continuou com a sua análise ao código fonte do HomePod e tem agora mais novidades para nós. Segundo ele, o novo Apple iPhone 8 contará com uma barra de estado mais interativa, possuirá a funcionalidade de duplo toque para acordar o ecrã, entre outras.

Eis as novidades e as falhas que poderemos vir a encontrar no novo Apple iPhone 8

Começando por falar na nova barra de estado, é natural que algumas modificações tenham de ser levadas a cabo. Por força daquele “corte” na parte superior do ecrã do novo iPhone 8, a mesma ficará como que dividida em duas.

Apple iPhone 8
crédito: Martin Hajek

Pois bem, depois de analisado o firmware do novo HomePod, encontra-se referência a uma barra de estado “muito mais complexa e poderosa no seu design”. Este poderá ser um indicador de que esta barra passe a ser mais interativa mas, ainda assim, não nos dá muita informação sobre como a mesma irá passar a funcionar.

Avançando um pouco mais, Steve descobriu também referência a uma tecnologia que a Apple já tem vindo a trabalhar. Estou a falar do duplo toque no ecrã para o acordar. Basicamente isto significa que, mesmo com o ecrã do teu iPhone 8 desligado, basta que faças um duplo clique no mesmo para que este desperte. Uma funcionalidade já há muito presente em vários equipamentos Android e que agora poderá também chegar aos dispositivos da Apple.

O Apple iPhone 8 poderá contar com um botão home virtual no seu ecrã

Descritas que estão algumas das possíveis novidades para o novo smartphone da Apple, falemos agora daquilo que poderá faltar no mesmo. Durante algum tempo falou-se que este equipamento pudesse contar com uma área de funções no fundo do seu ecrã.

A verdade é que no código agora libertado não existe qualquer referência à mesma. Ao invés, temos uma referência a um home indicator, algo que poderá ser interpretado como a existência de um botão home virtual no novo iPhone.

Algo que também carece de informação neste firmware é o tão esperado sensor de impressões digitais por debaixo do ecrã. Não existe qualquer referência a um sensor ultrassónico no novo iPhone 8, o que poderá significar uma de duas coisas:

Ou a Apple mudou de facto o seu Touch ID para o botão on/off do iPhone 8, tal como alguns rumores sugerem, ou então o mesmo irá desaparecer por completo deste equipamento. Sinceramente espero bem que a primeira possibilidade se venha a concretizar sendo, de entre as duas, a menos má.


É certo que a Apple irá dotar o seu novo smartphone da tecnologia de reconhecimento facial. Todavia, o contacto que os utilizadores já tiveram com tal tecnologia não foi o desejado e o mercado ainda não está preparado para perder este tipo de autenticação biométrica. Esperemos que a Apple não faça novamente uso da carta “inovação”.

Pelo facto de todas estas informações serem provenientes do código da Apple, existe uma forte possibilidade de as mesmas serem corretas. Ainda assim, o meu conselho é que leves em linha de conta todas elas com a devida cautela e que esperes por novas informações.

Outros assuntos relevantes:

Motorola confirma! Moto Snaps terão longa vida para além do Moto Z2

Samsung Galaxy C7 (2017) com câmara dupla está aí a chegar!

Mais de 60 milhões de subscritores – Spotify é sinónimo de música no Smartphone

Via9to5 mac
FonteSteve Troughton-Smith
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.