Apple iPhone 13 trará melhor bateria e trunfo introduzido pela Huawei em 2018

Rui Bacelar
Comentar

A próxima geração de smartphones iOS, os iPhone 13, serão apresentados pela Apple no próximo mês de setembro. Entretanto, a cerca de três meses da respetiva apresentação em Cupertino, são cada vez mais as fugas de informação alusivas a estes telefones Apple.

O novo relato chega até nós pela mão de Max Weinbach, uma das fontes mais prolíferas dos últimos anos com bom histórico de fiabilidade. Segundo este, os iPhone 13 terão carregamento wireless (sem-fio) mais rápido e possivelmente reverso.

A geração iPhone 13 chega em setembro de 2021

De acordo com Max Weinbach a bobine que medeia o carregamento sem-fios será consideravelmente maior nos iPhone 13 face à atual geração - iPhone 12. Isto aplicar-se-á aos quatro modelos, do 13 mini ao 13 Pro Max e pode prender-se com duas realidades.

Em primeiro lugar, uma bobine (de cobre) de maiores dimensões geraria menos calor - energia dissipada sob a forma de calor. Isto também tornaria o processo de carregamento sem-fios mais eficiente, desperdiçando-se menos energia sob a forma de calor, além de poder acelerar o processo de carregamento. Por outras palavras, agilizaria o carregamento wireless.

Em segundo lugar, uma bobine de maiores dimensões poderia também mediar o carregamento sem-fios reverso. Isto é, a possibilidade de usar as baterias dos iPhone 13 para carregar outros equipamentos e gadgets como os AirPods, por exemplo.

O carregamento sem-fios reverso pode chegar aos iPhone 13

Apple iPhone 13
Representação do suposto Apple iPhone 13. Crédito: Max Weinbach

Relembramos que esta função - carregamento sem-fios reverso - está disponível nos smartphones Android há vários anos. Foi uma das implementações fomentadas pela Huawei, fabricante pioneira em disponibilizar tal possibilidade nos seus Huawei Mate em 2018.

Por fim, além das duas hipóteses previamente consideradas, também podemos colocar uma terceira. A Apple poderá querer reforçar os ímanes que compõem o sistema MagSafe e, como tal, podem necessitar de mais espaço nesta secção central do telefone.

Seja como for, os últimos rumores têm apontado uma grande preocupação da Apple para os iPhone 13 - a autonomia. Isto desdobra-se não só em baterias de maior capacidade, como também numa maior eficiência e gestão energética.

Com efeito, apontam-se baterias com maior capacidade nominal para além do chip Apple A15 a 5 nm com várias otimizações. A isto pode então somar-se um carregamento sem-fios mais veloz, além de um aperfeiçoamento do sistema MagSafe.

Os novos Apple iPhone 13 devem ser apresentados nas primeiras semanas de setembro com a chegada ao mercado a ocorrer entre o final desse mês e o início de outubro. Entretanto, teremos mais fugas de informação para nos manter a par do próximo iPhone.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.