Apple estará a desenvolver um novo carregador sem fios próprio

Carlos Oliveira
Comentar

De acordo com um novo relatório da Bloomberg, a Apple está a desenvolver um novo carregador sem fios. Este surge depois do cancelamento do AirPower que enfrentou uma série de problemas no seu processo de desenvolvimento.

Relembro que o AirPower era um produto ambicioso e que prometia muito. A ideia da Apple era criar um produto capaz de carregar três equipamentos em simultâneo.

Novo carregador sem fios da Apple será inferior ao AirPower

Ao que parece, os problemas que a Apple encontrou no desenvolvimento do AirPower não foram suficientes para a empresa desistir da ideia. Por isso, a empresa focou a sua atenção num produto "menos ambicioso" que o modelo apresentado em 2017.

AirPower

Dito isto, é provável que o próximo carregador sem fios da Apple seja mais simples e capaz de carregar apenas um equipamento. Isto não o distinguiria muito de outros já disponíveis no mercado, portanto, poderá existir algum pormenor ainda desconhecido que a Apple venha a usar para nos convencer a comprá-lo.

Esta não é a primeira vez que se fala que a Apple estaria a desenvolver um novo carregador sem fios. O analista Ming-Chi Kuo já havia falado nisso em janeiro, mas é possível que a pandemia tenha alterado os planos da Apple.

AirPower prometia muito, mas a Apple não o conseguiu tornar viável

Na sua apresentação em setembro de 2017, a Apple surpreendeu tudo e todos ao revelar um produto que conseguia carregar três dispositivos em simultâneo. A ideia seria ter apenas uma base de carregamento para o iPhone, Apple Watch e AirPods.

No entanto, problemas de sobreaquecimento acabaram por ditar um adiamento consecutivo do seu lançamento para o mercado. Problemas que a Apple nunca conseguiu resolver, acabando por desistir definitivamente do produto há poucos meses.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.