Apple está a conquistar (lentamente) o mercado chinês. Entende porquê

António Guimarães
Comentar

A Apple está a testemunhar um crescimento de vendas na China, um mercado onde a empresa tinha vindo a estagnar bastante nos últimos anos. O sucesso de marcas como Xiaomi e Huawei não foi simpático para a Apple, que viu as vendas dos iPhones a cair em declínio.

Contudo, conforme avança a Bloomberg e outros dados estatísticos, as coisas estão a mudar de forma positiva. Concluído o ano de 2019, a Apple conseguiu um crescimento anual na China de 18.7%, em relação a 2018. Um dos períodos chave foi a época natalícia, impulsionada pelo lançamento do iPhone 11.

iphone 11
iPhone 11 conquistou com preço e paleta de cores

O iPhone 11 conseguiu capturar ainda mais interesse que o iPhone XR em 2018, tendo um preço base mais baixo e mantendo a paleta de cores variada. O iPhone 11 Pro, com preço base a menos 50 euros que a versão do ano passado, também usufruiu de preferência do consumidor chinês.

Outro fator relevante foi a melhoria das câmara que a Apple finalmente implementou nos iPhones. Com um mercado recheado de telemóveis com grande potencial fotográfico, a Apple colocou uma lente angular e melhorou vários aspetos das câmaras como sensor noturno e estabilidade.

Falta de 5G não parou o avanço dos iPhones

Os analistas da empresa chinesa Oddo, ao analisar o sucesso de vendas da Apple, destacaram que os números não foram afetados pela falta de 5G nos equipamentos. Embora recente, a tecnologia de dados móveis de quinta geração já se encontra presente na China há vários meses com telemóveis compatíveis.

Assim sendo, após anos de estagnação, a Apple está novamente a conquistar o mercado chinês, o maior do planeta. Mesmo assim, não devemos desconsiderar a concorrência com a Xiaomi, Huawei, Oppo, Vivo e também a Samsung.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.