Apple e Amazon também reduzirão qualidade dos seus serviços de streaming na Europa

Carlos Oliveira
Comentar

A pandemia de Coronavírus obriga muita gente a ficar em casa e com isso o consumo de internet subiu abruptamente. Para evitar problemas de congestionamento, plataformas com o Youtube e Netflix já diminuíram a qualidade dos seus serviços.

Apple e Amazon são as mais recentes empresas a tomar medidas semelhantes nos seus serviços de streaming. Uma decisão que tem como principal objetivo aliviar a largura de banda requerida nos últimos tempos.

Isto significa que deixarás de poder ver as tuas séries e filmes favoritos na maior resolução suportada pelo teu serviço de eleição. Ainda que não tenham sido avançados dados concretos, é possível que a qualidade da imagem tenha baixado para os 480p. Algo que também o Youtube e a Netflix fizeram.

Televisão

Todo o catálogo Apple e Amazon continua disponível

A redução da qualidade dos serviços da Apple e Amazon não implica uma redução da sua oferta. Todas as suas séries e filmes continuarão disponíveis, porém, não esperes poder vê-los em 4K tão cedo.

Assim sendo, continuarás a ter imensas horas de entretenimento para enfrentar o isolamento que os dias atuais exigem. Afinal de contas, sempre é melhor ter tudo disponível em menor qualidade do que deixar conseguir aceder à internet devido a uma sobrecarga da rede.

Esta tem sido uma das preocupações das autoridades europeias. No tempo que estamos a viver, a internet é muito mais do que um espaço para entretenimento. Este serviço passou agora a ser de extrema importância para algumas empresas, com os seus funcionários a trabalharem a partir de casa.

Coronavírus deu um uso nunca antes visto à internet

O uso da internet assumiu, nas últimas semanas, números verdadeiramente impressionantes. Há umas semanas, a hora de ponta ocorria durante um par de horas ao final no dia. Hoje, esse período é seis vezes superior.

Com milhares de pessoas a trabalhar a partir de casa ou em isolamento social, a internet é uma ferramenta imprescindível. Por isso é que os vários provedores de serviço estão a tentar reduzir a sobrecarga da rede ao diminuir temporariamente a qualidade da sua oferta.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.