Apple: dispositivo de Realidade Virtual será uma das suas maiores invenções

Carlos Oliveira
Comentar

O interesse da Apple no mercado da Realidade Virtual está prestes a materializar-se com o lançamento dos seus primeiros óculos dedicados a este mercado. Essa teoria é agora reforçada por Mark Gurman, na mais recente edição do relatório semanal Power On.

Segundo o jornalista da Bloomberg, este será um dos mais ambiciosos projetos da tecnológica americana. Será um produto destinado ao mercado de gama alta, dotado de várias funcionalidades ímpares neste setor.

Apple tem grandes planos para o seu headset de Realidade Virtual

Na edição desta semana do relatório Power On, Mark Gurman tece comentários às funcionalidades que devemos esperar deste produto da Apple. Comentários baseados em ofertas de emprego publicadas pela empresa americana com clara alusão ao seu headset de Realidade Virtual.

Apple headset

Um dos lugares em aberto destina-se a um engenheiro com experiência no ramo dos efeitos visuais e do gaming. Será da sua responsabilidade desenvolver conteúdos para um ambiente de Realidade Virtual e Realidade Aumentada.

Isto indica que a Apple quer levar o mundo do gaming também para o seu primeiro dispositivo de Realidade Aumentada. Deste modo, oferecerá uma experiência ainda mais imersiva e realista a todos os detentores deste promissor produto.

É ainda do interesse da Apple desenvolver um novo serviço de vídeo destinado a este produto. Nele a tecnológica americana quer reproduzir conteúdo em 3D com o auxílio da Realidade Virtual.

É ainda do interesse da Apple contratar engenheiros capazes de desenvolver ferramentas para o desenvolvimento de novas aplicações para o mercado VR. A empresa quer que o seu produto possa usufruir de aplicações que lhe proporcione funcionalidades como a Siri, Pesquisa ou Atalhos.

Apple headset

Apple também olha para o Metaverso com este headset

Cada vez mais em voga e impulsionado pelos esforços recentes da Meta, o Metaverso é igualmente uma das ambições da Apple com o seu próximo gadget. Contudo, é possível que a americana use outra designação para se referir a este nicho.

Estas potencialidades de software não poderão ser atingidas sem um hardware à altura. Para tal, a Apple deverá introduzir um chip M2 dentro deste headset e emparelhá-lo com até 16 GB de memória RAM.

Nota ainda para a presença de mais de 10 câmaras no interior e exterior deste produto. Já os seus ecrãs contarão com a maior resolução alguma vez encontrada num produto desta categoria.

Quando ao sistema operativo, o mesmo poderá ficar conhecido como realityOS, dedução retirada de uma das patentes já submetidas pela tecnológica americana. Nele será possível correr aplicações da Apple como Facetime, Mapas ou Mensagens.

O custo destas características premium será um produto com uma etiqueta entre os 2 mil e os 3 mil dólares aquando do lançamento. Esse deverá ocorrer já no início de 2023, pelo menos a apresentação oficial do produto.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.