Apple bate recorde de vendas dos MacBook. E há um grande culpado!

Bruno Coelho
Comentar

No que diz respeito ao mercado de computadores portáteis, as fabricantes com Windows continuam a dominar. A Apple não belisca esse domínio, mas no último trimestre registou vendas recorde neste segmento de mercado.

Segundo os dados mais recentes da Strategy Analytics, a Apple vendeu qualquer coisa como 6,5 milhões de unidades de MacBook durante o terceiro trimestre de 2021 (entre julho e setembro). E o ‘culpado’ é bem conhecido.

Descontos no MacBook Air fazem vendas chegar aos 6,5 milhões de unidades

Segundo esta fonte, os descontos em produtos como os MacBook Air são um grande impulsionador neste crescimentos das vendas para a Apple. A fabricante de Cupertino registou uma subida de 10% face ao período homólogo de 2020.

apple
Resultados globais de vendas de computadores portáteis no terceiro trimestre de 2021. Crédito: Strategy Analytics

Lenovo mantém liderança há um ano

Mesmo com este recorde, a Apple figura na quarta posição da tabela. Em primeiro encontramos a inevitável Lenovo, que domina o mercado há quatro trimestres seguidos. Neste último regista 15,3 milhões de unidades vendidas e um crescimento de 5% num ano.

Na segunda posição mantém-se a HP, com 14,3 milhões de unidades vendidas e uma queda de 5% face há um ano. A Dell fecha o pódio, com 12,2 milhões de unidades vendidas e um expressivo crescimento de 50% no espaço de um ano.

Com a Apple na quarta posição, a tabela dos cinco primeiros é fechada pela Asus. A fabricante taiwanesa contou com 5,1 milhões de unidades vendas no último trimestre, com um crescimento de 10% face há um ano.

As restantes fabricantes contam com 13,5 milhões de unidades vendidas, num mercado que regista um total de 66,8 milhões de computadores portáteis vendidos no último trimestre.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.