Apple aproveitará o aumento da espessura dos iPhone 13 da melhor forma possível

Carlos Oliveira
Comentar

Não há muito tempo surgiu uma fuga de informação que sustentava um aumento na espessura geral de todos os iPhone 13. Este sacrifício foi justificado com sensores fotográficos maiores, mas hoje ficamos a saber que haverá mais um bom motivo para tal.

A notícia foi originalmente veiculada pelo leaker L0vetofream, reportando a sua origem no conceituado Digital Chat Station. O motivo de alegria para todos os interessados nos iPhone 13 é a informação de que estes virão com uma bateria maior face à atual geração.

wooo amazing! pic.twitter.com/OTBZCpx1lj

— 有没有搞措 (@L0vetodream) 1 de junho de 2021

iPhone 13 terão direito a baterias maiores

De acordo com aquilo que está a ser publicado internacionalmente, o iPhone 13 Mini terá direito a uma bateria de 2406mAh. Trata-se de um modesto incremento face aos 2227mAh do seu antecessor e cuja autonomia afugentou muitos utilizadores.

Em seguida, ficamos a saber que os iPhone 13 e iPhone 13 Pro virão com uma bateria de 3095mAh, face aos 2815mAh que os homólogos da atual geração comportam. Já o iPhone 13 Pro Max será o mais beneficiado com esta mudança, tendo direito a uma célula de 4352mAh.

Olhando para os números de forma isolada, não vemos nada de extraordinário quando comparado com o mercado Android. Neste temos vários equipamentos de gamas mais acessíveis a superar os 5000mAh.

Todavia, os iPhone têm uma forma de funcionamento muito peculiar e uma otimização sem rival que lhes permitem ser mais eficientes. Isso não impede, no entanto, que alguns utilizadores se sintam frustrados com uma autonomia que não cumpre totalmente as suas exigências.

Serão sobretudo estes que verão esta informação com maior entusiasmo. Com a perspetiva de um novo processador (A15 Bionic) ainda mais eficiente, parecem estar reunidos os ingredientes para uma melhor autonomia nos iPhone 13.

iPhone 13 Pro e Pro Max terão ecrãs com alta taxa de atualização

Será nos modelos mais caros desta linha que a autonomia poderá não sofrer um melhoramento tão significativo. Os iPhone 13 Pro e Pro Max deverão contar com ecrãs LTPO com o principal propósito de atribuir-lhes uma maior taxa de atualização do seu ecrã.

Esta característica irá, inevitavelmente, consumir mais energia, ainda que se espere uma melhor gestão energética pelo facto de estes poderem cair para o 1Hz quando não se justificar um valor mais elevado. Um cenário que se aplica, por exemplo, na leitura de e-books.

A Apple não costuma focar as suas apresentações nas especificações, portanto, certamente não teremos a confirmação destas baterias aquando da apresentação dos iPhone 13. Teremos de esperar que os modelos comecem a chegar às mãos dos utilizadores e críticos para aferir o real tamanho das suas baterias.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.