Apple aposta nos ecrãs Mini LED para oa novos produtos em 2022

Rui Bacelar
Comentar

A gigante de Cupertino terá redobrado as suas encomendas para ecrãs Mini LED, contratando para esse efeito novas produtoras junto da cadeia de produção. Trata-se de um esforço significativo por parte da Apple para conseguir atingir as suas metas para 2022.

Em primeiro lugar, estes são provavelmente os melhores ecrãs presente em tablets como a gama iPad Pro, bem como os mais recentes computadores portáteis de Cupertino. Assim, as informações apontam agora para a generalização desta tecnologia de ponta nos produtos Apple a serem lançados ao longo deste ano.

Em 2022 a Apple implementará em mais produtos os ecrãs Mini LED

Atualmente a gigante norte-americana usa os ecrãs Mini LED em alguns dos seus produtos. Fê-lo primeiramente no monitor Pro Display XDR, em seguida no iPad Pro de 12,9 polegadas e, mais recentemente, para o computador portátil MacBook Pro de topo.

Agora, contudo, a Apple quererá generalizar esta tecnologia nos seus próximos produtos a serem lançados em 2022. Ao que tudo indica, o reforço agora contratado junto de várias produtoras para engrossar as suas linhas de produção surtirá frutos este ano.

Ou seja, entre os novos produtos Apple a integrar ecrãs Mini LED podemos apostar nos novos iPad Pro de 11 polegadas, no próximo iMac Pro de 27 polegadas, bem como na nova geração dos portáteis Apple MacBook Air a chegar ainda este ano.

Mais ainda, podemos ter um novo monitor externo da Apple a integrar este tipo de display Mini LED.

Dos iPhone 14 aos próximos Apple iMac Pro, todos com ecrã Mini LED

Atualmente a Apple conta com a fabricante Epistar, sediada em Taiwan, para o fornecimento dos ecrãs Mini LED para os iPhone. No entanto, uma vez que a tecnológica quererá integrar este componente em vários produtos, necessita de novos parceiros de produção.

Assim, de acordo com a publicação DigiTimes que cita fontes próximas da indústria, entre os fornecedores adicionais contam-se a chinesa Sanan Optoelectronics que, face às demais concorrentes, consegue garantir preços consideravelmente mais baixos.

Por fim, o relato refere que o volume de unidades encomendadas pela Apple deve "aumentar significativamente em 2022". Algo que sugere uma generalização efetiva desta tecnologia de ecrãs topo de gama em mais produtos da fabricante norte-americana.

A propósito, a Epistar estará a aumentar as suas instalações na China para acatar os novos volumes de encomendas. Entretanto, a Sanan Optoelectronics deverá entregar os primeiros lotes durante o segundo trimestre de 2022.

Editores 4gnews recomendam:

  • Motorola Moto G22: smartphone apresentado na Europa por 169 €
  • Xiaomi POCO X4 Pro 5G e POCO M4 Pro chegam com oferta tentadora
  • Samsung Galaxy M23 5G é o próximo smartphone barato a comprar na Europa
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com