App Store: aplicação fraudulenta faz utilizador perder todas as poupanças em Bitcoins

Carlos Oliveira
Comentar

A Apple sempre se gabou da fiabilidade das aplicações presentes na sua loja de aplicações, a App Store. Porém, sabe-se agora de um caso que demonstra que também nesta plataforma podem surgir apps fraudulentas.

Em causa está uma suposta carteira de criptomoedas da Trezor, disponível para download na App Store. E por causa dela, Phillipe Christodoulou perdeu as poupanças de uma vida que decidiu investir em Bitcoin.

Utilizador perde um ativo superior a 1 milhão de dólares em Bitcoin devido a carteira falsa

Phillipe Christodoulou investiu na criptomoeda do momento cerca de 600 mil dólares, poupanças que amealhou ao longo da vida. Passados alguns meses, este valor valorizou consideravelmente, tendo-se transformado em mais de um milhão de dólares.

Bitcoin

Até aqui tudo bem, mas o infortúnio confirmou-se quando Christodoulou verificou que a sua carteira Trezor havia sido esvaziada por terceiros. Ou seja, este senhor perdeu uma fortuna porque uma aplicação mal intencionada conseguiu passar na verificação da Apple.

Ao que se sabe, esta aplicação fraudulenta conseguiu entrar na App Store de forma disfarçada. Ou seja, os seus criadores desenvolveram uma aplicação legítima para aprovação da Apple, porém, o produto lançado na loja diferia daquele que havia sido aprovado.

Apesar da presença desta suposta carteira digital na App Store, a Trezor afirmou várias vezes que não disponibiliza a sua carteira na Play Store ou App Store. Adicionalmente, aconselhou os seus utilizadores a não depositar informações sobre os seus Bitcoins em locais que não na sua carteira oficial.

Em dezembro de 2020, a Trezor solicitou à Google que removesse este engodo da sua loja de aplicações. Um pedido que a empresa americana acolheu rapidamente, protegendo assim os seus utilizadores e aqueles que usam a carteira da Trezor.

Alguma desinformação e infelicidade de Phillipe Christodoulou levaram-no a perder as poupanças de uma vida. Este relato deve servir de aviso para todos os que invistam em criptomoedas para que sejam bastante cautelosos e minuciosos com os locais onde depositam o seu dinheiro.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.