Anúncios no YouTube? Prepara-te para o 'terror' que está ser testado

Bruno Coelho
Comentar

O YouTube começou como um serviço de partilha de vídeos em 2006. Mas com o seu crescimento veio uma maior possibilidade de fazer dinheiro pela própria Google e pelos criadores de conteúdo.

Para tal foram introduzidos os anúncios antes ou durante os vídeos. E o mais comum é que, quando começamos a ver um vídeo, tenhamos de ver pelo menos dois anúncios antes de seguir em frente.

Utilizadores estão a ver 5 anúncios antes de reproduzir um vídeo no YouTube

Mas tal como alguns utilizadores começaram a reclamar no Twitter e Reddit, o YouTube já está a testar um verdadeiro “terror” para os utilizadores. Isto porque estes utilizadores estarão a ver cinco anúncios antes de reproduzir um vídeo.

Levei 5 ads seguidos do YouTube. Nenhum podia pular

— Cadu Maverick (@gustavoRmoreira) 8 de setembro de 2022

Ao que é referido, estes anúncios não podem ser “pulados”, pelo que terão de ser assistidos. Contudo, o YouTube veio a público falar de um formato chamado “anúncios bumper” que serão curtos.

I GOT 5 ADS ON YOUTUBE5 FUCKING ADS 😭 pic.twitter.com/93JYfRes5D

— 💚 Helena 💖 (@murdocs_waifu) 12 de setembro de 2022

Em resposta às queixas de um utilizador, a conta TeamYouTube respondeu: “hmm... isso pode acontecer num determinado tipo de formato de anúncio chamado anúncios bumper, pois eles têm apenas 6 segundos de duração. Se desejares, podes enviar comentários diretamente do YouTube pela ferramenta de envio de comentários”.

hmm...this may happen with a certain type of ad format called bumper ads, since they're only up to 6 seconds long. if you'd like, you can send feedback directly from YouTube via the send feedback tool

— TeamYouTube (@TeamYouTube) 7 de setembro de 2022

Deves ter em conta que esta é uma situação que parece estar a afetar apenas alguns utilizadores do plano gratuito do YouTube. Caso tal te aconteça, o ideal será mesmo enviar feedback através da própria app.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.