Improved-battery-lifeO Android M traz várias melhorias em seis pontos chave tal como a navegação na Internet (Brillo), pagamentos móveis (Android Pay), suporte para impressões digitais, permissões das aplicaçõeslinks das aplicações e sobretudo na gestão de energia e carregamento.

   

Tal como estava previsto, a Google reconheceu um dos principais problemas dos smartphones que pouco melhorou com o Android 5.0 Lollipop, a gestão de energia, a autonomia da bateria e o carregamento da mesma. Creio que este ponto é particularmente interessante porque, além de ter sido o problema mais relatado pelo público, é um elemento que pode sempre ser aprimorado, em suma, quanto mais durar a autonomia da bateria, melhor!

Tendo em conta isso mesmo, o Android M traz novidades, e esperemos que melhorias efectivas, tanto na autonomia da bateria como no carregamento da mesma. Em suma, a gestão de energia foi um dos pontos-chave que deu origem a esta nova versão do Android.

Começando pela Autonomia da Bateria, o Android M introduziu um novo estado de inactividade para os smartphones denominado Doze. Este estado mais profundo de inactividade, semelhante e até mais profundo do que a hibernação obtida com a aplicação Greenify, será particularmente útil para os tablets Android, dispositivos que passam grandes períodos de tempo à espera de serem utilizados.

A contra-partida será um aumento no tempo que o dispositivo demorará a acordar, dado que estará “num estado de coma”, poderá demorar mais uns instantes a despertar mas se funcionar tão bem quanto dizem, creio que valerá bem a pena, até porque raramente utilizamos o tablet para fazer algo verdadeiramente urgente.

Durante a apresentação, a Google referiu que a autonomia de um Nexus 5 e tablet Nexus 9 duplicou, comparando com outros Nexus 5 e Nexus 9 com o Android Lollipop e com as mesmas aplicações instaladas. Este “Doze” do Android M parece bastante promissor.

No entanto, este “Doze” do Android M será mais útil para os tablets e dispositivos que não utilizamos com tanta frequência, portanto o seu impacto nos smartphones permanece dúbio. De qualquer das formas, o “Doze” será útil para passar uma noite sem consumir tanta bateria e não afectará as funcionalidades básicas como Alarmes e mensagens de contactos selecionados.

Relativamente à introdução do novo tipo de conexão USB ou USB Tipo C, com o Android M a Google está já a preparar-se para esta tecnologia e a tirar partido das suas vantagens como o carregamento mais rápido e eficaz.

Além disso, com a tecnologia USB Tipo C poderás utilizar o teu smartphone, em caso de necessidade, para carregar outros dispositivos, isto será particularmente útil caso tenhas um smartwatch e te tenhas esquecido de o carregar ou caso queiras dar um pouco de carga ao smartphone dos teus amigos.

Talvez queiras ver: