ANACOM: Portugal no Top 5 de Internet de alta velocidade na Europa

Rui Bacelar
Comentar

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) partilhou o seu mais recente estudo onde compara os dados estatísticos da velocidade em Internet em Portugal com o período homólogo de 2021. Mais concretamente, o órgão regulador das comunicações eletrónicas em Portugal compara os valores de velocidade da Internet no nosso país face às médias da Europa.

Em primeiro lugar e como referência, a ANACOM define Internet de alta velocidade, ou ultra-rápida, ao padrão FTTH (fiber to the home). Ou seja, desde o local de saída do sinal até ao recetor da fibra ótica em casa. A não confundir, portanto, com o padrão FTTB (fiber-to-the-building) em que a fibra chega ao edifício e é posteriormente dividida e distribuída a cada habitação.

Portugal no Top 5 da Europa em Internet de Alta Velocidade

Europa
Fonte: FTTH Concil Europe

Os dados foram recolhidos pelo FTTH Concil Europe e validados pelo órgão regulador português. Segundo os indicadores, em setembro de 2021 a cobertura de fibra ótica (em ambos os padrões FTTH/B) era de 86,8%. Desse modo, colocando Portugal em 5.º lugar na Europa a 39 países.

À nossa frente, contudo, temos nações como a Letónia (1.º lugar), Espanha (2.º), Israel (3.º) e Noruega (4.º). O mesmo estudo aponta ainda que Portugal é um dos países onde é mais simples completar a instalação de fibra ótica em todos os agregados familiares. Mais concretamente, é o 7.º país neste índice de simplicidade na instalação.

Consulte as apresentações efetuadas pela ANACOM nas reuniões realizadas a 21 e 23 de junho, com as autarquias sobre a implementação das redes de comunicações eletrónicas. https://t.co/tIVhGnQ7jA#rumoao5G pic.twitter.com/IsMLBIwzya

— ANACOM (@_ANACOM_) 4 de julho de 2022

Pode ler-se ainda no comunicado da ANACOM que "no 1.º trimestre de 2022, o número de clientes residenciais de serviços de alta velocidade em local fixo atingiu 3,4 milhões, mais 7,6% do que no mesmo período do ano anterior (9,4% no 1.º trimestre de 2021). De referir que cerca de nove em cada dez novos clientes de redes de alta velocidade contrataram um serviço suportado em redes de fibra ótica (FTTH) […]”.

Mais de 80% das famílias portuguesas usufruem de Internet de Alta Velocidade

Europa
Fonte: FTTH Concil Europe

Atentando no serviço de internet fixa, sensivelmente 80,7% das famílias residentes em solo português já usufruem de Internet de Alta Velocidade. Porém, o tecido geográfico denota fortes assimetrias na distribuição destas ligações de alta velocidade.

Em particular, o índice de penetração da fibra nacional é mais elevado em Lisboa com 94,7%. Já em seguida, temos o Norte com 77,1%, seguido pelos Açores, Madeira e Algarve. Por último, temos o Alentejo onde a penetração da fibra ótica alcança os 62,9%.

A ANACOM aponta ainda que o número de casas, em Portugal, equipadas com fibra ótica do tipo mais rápido, portanto, FTTH, atingiu os 5,8 milhões de lares em território luso. É um valor digno de nota, aumentando 4,4% face aos valores de 2021.

Mais de 5,8 milhões de lares com Internet ultra-rápida em Portugal

Anacom
Crédito: ANACOM

“O número de alojamentos cablados com acessos de alta velocidade suportados em redes de TV por cabo (HFC – Hybrid Fiber Coaxial) diminuiu 0,4% face ao trimestre homólogo, totalizando 3,7 milhões. A cobertura deste tipo de redes era de 57,4%”, aponta a ANACOM.

Em suma, e apesar das disparidades territoriais em Portugal o nosso país está particularmente bem servido no que concerne ao acesso à Internet de alta velocidade. Um trabalho feito, sobretudo, pelas operadoras como a MEO (Altice Portugal), NOS e Vodafone.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com