AMD Ryzen 7 5700G apanhado no Geekbench. Resultados impressionam!

Abílio Rodrigues
Comentar

O APU Ryzen 7 5700G baseado na arquitetura Cezanne apareceu pela base de dados do Geekbench e as suas especificações e desempenho apontam para um regresso em grande dos famosos APU da AMD. Este processador destina-se ao mercado de desktops e fará parte da família de topos de gama Ryzen 7 5000G.

Segundo nos é indicado por esta fuga de informação, o Ryzen 7 5700G terá 8 núcleos e 16 threads complementares, para além de 16MB de cache L3 e 4MB de cache L2.

Desempenho do Ryzen 7 5700G surpreende

APU Ryzen 7 5700G geekbench
Resultados do APU Ryzen 7 5700G no GeekBench

A velocidade base de relógio andará nos 3.80GHz mas será capaz de atingir os 4.66GHz em tarefas mais exigentes, um aumento bastante considerável em termos de boost.

Este dado revela também um salto de desempenho em relação ao Ryzen 7 4700G, indicativo da afinação de processos desta nova geração de chips.

Tratando-se de um APU, este processador incluirá uma unidade gráfica embutida, neste caso particular gráficos AMD Radeon com base na arquitetura Vega.

Capaz de colocar em cima da mesa uma performance bastante aceitável, podemos contar com 512 núcleos de processamento gráfico, com velocidade de relógio mais elevada do que os 2.1GHz permitidos nos anteriores Ryzen 4000G.

APUs da AMD estão de regresso à boa forma

Os testes que foram realizados no Geekbench recorreram a uma motherboard MSI B550M Mortar WiFi com 64GB de memória RAM. Não são divulgadas no leak as velocidades da configuração de memória, mas não deixa de ser uma surpresa ver que a operação decorreu no sistema operativo Ubuntu, uma conhecida versão do Linux.

O processador conseguiu um resultado de 1304 pontos em tarefas que usam apenas um núcleo, com os valores a subirem aos 8717 pontos em tarefas multi-core.

Tendo em conta que a plataforma usada foi o Ubuntu, estes resultados indicam que a performance do APU Ryzen 7 5700G pode mesmo rivalizar com os processadores Ryzen 5000 baseados em Vermeer.

A confirmar-se seria algo verdadeiramente impressionante, e um claro sinal de que as novas unidades de processamento acelerado da AMD representam um regresso em força dos APU da AMD.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.