amazon_logo

Uma empresa como a Amazon vive praticamente daquilo que vende e da forma como esses produtos chegam ao seu destino. Se até agora o serviço de entregas do gigante das vendas online era suportado pela UPS e pela FedEx, parece que isso vai mudar e a Amazon já está em busca de uma solução própria para o assunto.

Vê também: LeEco vende meio milhão de LeEco Le Pro 3 em 15 segundos

   

Pode parecer uma acção arrojada por parte da Amazon mas as vantagens estão à vista de todos: mais capacidade de envios durante as épocas altas, diminuição do “prejuízo” causado pela contratação de terceiros para efetuar os envios dos produtos e a facilidade de gerir as encomendas sem ter de necessitar de um middleman.

A ser verdade a Amazon conseguiria poupar cerca de 2€ por cada envio e assim conseguir reaver anualmente 1.1 mil milhões de euros, o que é uma quantia bem significativa. A multinacional poderia vir a lucrar também com envios dos revendedores já presentes no seu site que fazem o envio por conta própria e que poderiam passar a usar este novo serviço.

Para Portugal, a confirmar-se este rumor, poderia significar uma redução do custos de envio ou até mesmo o regresso dos portes grátis em compras acima de 25 libras sendo que tanto uma como a outra soam bastante bem!

Talvez queiras ver:

Versão final do Android Wear 2.0 só chegará em 2017

Televisão Chinesa acusa Samsung de descriminação nos “recall” do Note 7

Estes são os planos de Elon Musk para colonização em Marte