Alexa, OnlyFans, Metaverso e Revolut: o dia 1 da Web Summit 2022

Bruno Coelho
Comentar

Feitos os preliminares, esta quarta-feira deu-se o pontapé de saída na Web Summit 2022. A edição mais concorrida de sempre do evento tecnológico tem novamente lugar em Lisboa, e o primeiro dia foi recheado de conversas interessantes.

A 4gnews passou por lá, e neste artigo conto-te algumas das talks que mais nos chamaram à atenção. Desde a Amazon Alexa, ao OnlyFans e ao Revolut, passando pelo metaverso.

Amazon Alexa, com Rohit Prasad

O primeiro dia da Web Summit começou com um tema que não nos podia ser mais querido: assistentes virtuais. A Alexa, da Amazon, é um dos principais símbolos neste campo.

Foi com Rohit Prasad, vice-presidente sénior da Amazon e cientista-chefe da Alexa que abriu este primeiro dia. O centro da discussão foi a evolução da Alexa e a denominada inteligência de ambiente.

Rohit Prasad
Rohit Prasad, vice-presidente sénior da Amazon e cientista-chefe da Alexa

O Amazon Echo, coluna inteligente, acabou por destacada como a “primeira encarnação” desta inteligência de ambiente e também a “mais óbvia”. Quando questionado sobre o sensor mais importante, o executivo destacou o poder do microfone.

É esta inteligência de ambiente que está a guiar o desenvolvimento da inteligência artificial da Amazon. O objetivo é estar lá quando precisas, e também desaparecer quando não é necessária. “A Alexa não é apenas uma assistente de IA – é uma consultora confiável e uma companheira”, afirma o executivo

O futuro do OnlyFans, com Amrapali Gan

Uma das plataformas mais badaladas nos últimos tempos é claramente o OnlyFans. No fundo, todos já ouvimos falar mas ninguém usa. Quando a audiência foi questionada sobre quem usava a plataforma, poucas mãos se terão levantado. “Estamos perante uma audiência de mentirosos”, ouviu-se em tom de piada.

Para falar desta plataforma muitas vezes associada a conteúdo para adultos, esteve em palco Amrapali Gan, CEO do OnlyFans. “Segurança é o centro do nosso negócio”, afirmou a executiva.

Números que podem surpreender algumas pessoas é que, segundo Gan, a plataforma rejeita cerca e 60% dos criadores de conteúdos que se inscrevem. Isto porque não providenciam a informação certa ou informação suficiente.

As informações pedidas a criadores de conteúdo no OnlyFans são o nome, data de nascimento, endereço de email, links para as redes sociais destes. Estes também devem providenciar uma fotografia do seu documento de identificação e outra fotografia destes a segurar o seu documento de identificação. Ademais, existe o reconhecimento facial 3D.

"Safety is at the heart of our business."Amrapali Gan, CEO of @OnlyFans, spoke about the values of the company when it comes to safety, and about OnlyFans' creator-first model 🤳 pic.twitter.com/YQMrEgjgNA

— Web Summit (@WebSummit) 2 de novembro de 2022

Construir um metaverso real, com Herman Narula

Herman Narula, cofundador e CEO da Improbable quis trazer ao palco da Web Summit uma perspetiva refrescante sobre o tão falado metaverso. E para quem não saiba o que é o metaverso, este explica-o com uma 'alfinetada' ao Facebook (Meta).

"Para mim, o metaverso é sobre uma rede de realidades interligadas com uma troca de valor de fluxo livre entre elas. A estratégia do Facebook impede que isso aconteça", afirma o executivo.

Narula vai mais além e explica que "dizer que o Facebook está a construir o metaverso confunde a noção do que é o metaverso”. Isto porque “eles estão a construir uma plataforma completamente fechada que não tem nenhuma economia e oportunidades do metaverso, e que é essencialmente apenas um videojogo”.

Para Narula, o Facebook está a concentrar-se em "experiências que não são atraentes para o público". Até porque, afirma o executivo, o metaverso é bem mais do que um mundo virtual para videojogos.

Herman
Herman Narula, co-fundador e CEO da Improbable

Revolut tem um plano, com Nik Storonsky

O que se segue para o Revolut? Ninguém melhor para responder do que o CEO e fundador da fintech Nik Storonsky. O Revolut surgiu em 2015, e revolucionou como se gasta e transfere dinheiro.

Esta conversa com o CEO da Revolut surge no dia em que se sabe que o Revolut chegou a 1 milhão de clientes em Portugal. O que significa que "quase 10% dos portugueses têm uma conta Revolut".

Sobre o que se segue, Storonsky, fala por poucas mas claras palavras. "Novos países, novos produtos. Polir o produto e garantir que é o mais local possível", afirma.

💳 @NStoronsky, founder and CEO of @RevolutApp, joined us on Centre Stage to close out Day 1 of #WebSummit, speaking about what happens next on the fintech unicorn's exciting journey pic.twitter.com/uw6RAtloYY

— Web Summit (@WebSummit) 2 de novembro de 2022

Estes foram apenas alguns dos destaques do Dia 1 da Web Summit 2022. Com 26 palcos espalhados pelo recinto, nos próximos dois dias vão continuar a ser cobertos todos os temas relevantes da atualidade tecnológica.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt